Home ACTUALIDADE Quiricuidje conta com uma nova escola

Quiricuidje conta com uma nova escola

0
81

Nampula (IKWELI) – O governador de Nampula, Manuel Rodrigues, inaugurou nesta terça-feira (29 de Novembro) no distrito de Angoche uma escola primária na comunidade de Quiricuidje, que para além dos residentes locais, também, vai beneficiar crianças das comunidades vizinhas de Mualuli, Malacassa e Nagonha.

A infra-estrutura conta com 2 blocos, sendo constituída por 5 salas de aulas e um compartimento administrativo, e foi construído no âmbito das acções de responsabilidade social da mineradora Haiyu Mozambique Mining.

Intervindo na ocasião, o régulo de Murrua, Lopes Cocotela Vasco, disse em mensagem da população, que a referida escola “é fruto de muito esforço na ideia de alcançar um desenvolvimento sustentável da comunidade”.

Esta fonte que o local onde foi erguida a escola é por ser “um lugar que sempre acolheu discussões sobre o nosso desenvolvimento”, e para os presentes disse que “esperamos vossa dedicação, transparência e exigência para que o desenvolvimento das nossas comunidades seja inclusivo, célere e transparente”, entendendo que “este evento está atrasado há dois anos”, e que se deve ter “respeito humano por parte dos investidores”.

Em representação da Haiyu Mozambique Mining, Amílcar Marremula, disse ser “com alegria que temos este momento, porque sempre se almejou essa escola para os nossos meninos dessas 4 comunidades”.

Por seu turno, Manuel Rodrigues anotou que “as mensagens indicam que reconhecemos a existência e bênção dos nossos antepassados em todas as actividades que nós realizamos”, referindo aos cânticos e cerimónias tradicionais que antecederam a inauguração.

“É uma escola que vem marcar uma etapa de desenvolvimento aqui na nossa região.

Essa entrega indica o cumprimento da promessa que o nosso governo faz no âmbito da implementação do Programa Quinquenal do Governo”, disse Rodrigues, explicando a população que “há condições para as crianças aprenderem em melhores condições”, por isso deve ser preservar o património.

“Usar bem é nossas crianças virem aqui estudar. Usar bem é ajudar na conservação da escola e do mobiliário”, esclareceu Manuel Rodrigues, que recordou que “é obrigação das empresas que exploram os nossos recursos apoiar o desenvolvimento das nossas comunidades”.

O primeiro governador eleito de Nampula comentou ainda que os recursos devem beneficiar a todos, porque “foram deixados aqui pra o nosso benefício, por isso a sua exploração deve trazer benefícios para as nossas comunidades”.

E porque a cerimónia ocorreu no período de realização de exames escolares, Manuel Rodrigues apelou aos alunos para que não cometam fraude. “Nada de fraudes, nada de atrasos. Exibam aquilo que aprenderam”, concluiu a fonte. (Aunício Silva)