Durante o primeiro trimestre: Perto de 200 mulheres sofreram violência doméstica em Nampula

0
138

Nampula (IKWELI) – O Gabinete de Atendimento a Família e Menores Vítimas de Violência (GAFMVV), da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Nampula, recebeu, durante o primeiro trimestre do corrente ano, o total de 199 casos de mulheres que sofreram violência doméstica.

Margarida Cheque, do GAFMVV, anota que este número representa um aumento, quando comparado com igual período do ano passado, quando a instituição recebeu 166 mulheres a denunciarem esta prática criminal.

Como forma de minimizar a problemática que ainda continua a colocar em situação  de vulnerabilidade as mulheres na província de Nampula, o Gabinete de Atendimento á Família e Menores Vítimas Violência exige o envolvimento de todas as forças vivas na denúncia e responsabilização dos autores destes crimes.

“As estáticas mostram-nos que, a nível da província, o registo de casos de violência doméstica é lamentável e com mais enfoque para a cidade de Nampula”, disse, situando que “quando os denunciantes chegam até a nós temos feito o atendimento a qualquer tipo de caso que seja como violência física, sexual e doméstica para o encaminhamento ao Hospital Central de Nampula no sentido de provar os factos”.

Em relação a casos de violência baseada no género, no mesmo período, a província registou 597 casos, contra 528 do ano transacto.

É pedido desta nossa fonte que os órgãos de administração da justiça possam, com rigor e com celeridade, fazer cumprir a lei.

“Os criminosos devem ser responsabilizados pelos actos cometidos, porque só assim os casos de violência doméstica contra as mulheres em Nampula poderão reduzir de forma significativa e apelamos que as mulheres continuem na luta para garantir o seu engajamento na sociedade”. (Nelsa Momade)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui