Home ACTUALIDADE Giquira aproxima serviços de saúde aos munícipes

Giquira aproxima serviços de saúde aos munícipes

0
247

Nampula (IKWELI) – O autarca da cidade de Nampula, Luís Giquira, procedeu a entrega de duas ambulâncias e seis motorizadas aos munícipes da autarquia, meios que serão usados para aproximar os serviços de saúde, sobretudo primária, aos cidadãos.

No acto da entrega, decorrido na manha desta terça-feira (7), os munícipes que agora têm meios equipados com kits de primeiros socorros pedem para que estes  não encontrem restrição de uso quando solicitados.

As duas ambulâncias, devidamente equipadas, são doação do município do Amarante, de Portugal, as quais estão no maior centro urbano desde o ano passado. E as 6 motorizadas foram adquiridas pela actual edilidade e as mesmas serão para prestar primeiros socorros nos postos administrativos da urbe.

Salvana Hilário, gestante e residente no bairro de Napipine, defende que as viaturas devem estar à disposição do munícipe a tempo inteiro.

“Como consegue ver, estou grávida, a qualquer momento posso solicitar a ambulância para me fazer chegar ao centro de saúde, só espero que quando chegar a vez eles não nos façam dançar, espero que esses números funcionem”, disse.

Mariza Miguel, outra munícipe da cidade de Nampula, acredita que a entrega dos transportes poderá facilitar os pacientes que necessitem de um atendimento urgente, principalmente para as mulheres grávidas que eram obrigadas a percorrer longas distâncias na calada da noite para chegar a uma unidade sanitária.

“Estávamos ansiosas, principalmente nós mulheres quando estamos grávidas, passamos muito mal, é difícil de noite ter um transporte para ir ao hospital, agora essas ambulâncias poderão facilitar”, afirmou.

João Assane pediu que haja seriedade e prontidão por parte dos responsáveis encarregues por manusear os meios, no sentido de se fazerem aos locais sempre que solicitados.

Por sua vez, o presidente da autarquia de Nampula, Luís Giquira, pediu maior vigilância dos utentes para que os meios não sejam desviados para dar seguimento a actividades que não dizem respeito ao pronto-socorro dos munícipes.

“Queria pedir aos caros munícipes, essas ambulâncias e motorizadas são para servir aos nossos doentes, gostaria que fossem vigilantes, vigiem nos vossos postos administrativos qualquer desvio das motorizadas para fins que não foram atribuídos. Não queremos que essas motorizadas sirvam de táxi mota, não queremos que essas ambulâncias sirvam para carregar carvão, lenha, mas sim para transportar os nossos munícipes em condições e levar ao hospital”, apelou.

Giquira afirmou que os meios circulantes poderão ajudar o sector de saúde a reduzir casos relacionados com a mortalidade materna nas comunidades.

“Acreditamos que com o trabalho conjunto, podemos construir um sistema de saúde que seja motivo de orgulho para todos os munícipes da cidade de Nampula e para ter acesso a uma ambulância 24 horas por dia, criamos uma linha verde, uma linha mahala em que cada munícipe onde estiver basta ligar para linha verde terá uma assistência médica”, avançou.

Segundo Giquira, para recuperação das ambulâncias, aquisição de novos equipamentos e compra das motorizadas assim como os respectivos kits, o município gastou cerca de 800.000,00Mt (oitocentos mil meticais). (Ângela da Fonseca)