Mutauanha: Malfeitores assassinam guarda para assaltar bombas de combustíveis

0
358

Nampula (IKWELI) – Um agente de uma empresa de segurança privada foi morto a tiro quando tentava oferecer auxílio ao seu colega, guarda de uma estação de abastecimento de combustíveis, no bairro de Mutauanha, nos arredores da cidade de Nampula na madrugada desta segunda-feira (4).

O assassinato foi perpetrado por um grupo de malfeitores antes de assaltaram as bombas de combustível em referência.

Segundo fontes no local, estimasse que os meliantes eram mais de 30 (trinta), onde nas suas actuações portavam consigo armas do tipo AKM e outros materiais contundentes, como é o caso de catanas, e a posterior se fizeram ao local onde foi possível arrombar a porta traseira do escritório, tendo recolhido avultadas somas em dinheiros e recolheram todos computadores.

De acordo com a gerente daquela empresa que não quis se identificar, alegadamente que não poderia avançar nenhum dado antes do trabalho da polícia, “tudo indica que esses bandidos eram um número que avançava trinta, e daquilo que eu acompanhei é de que eles chegaram a 1hora de madrugada, e quando vieram primeiro rodearam as bombas, e uma boa parte deles estava armado, e começaram a fazer destruição, onde balearam mortalmente um agente de segurança que vinha ajular o seu colega, e também balearam o supervisor da empresa seguradora que teria recebido a informação do assalto na mesa hora onde, igualmente, vinha acompanhado como o colega que morreu, e esse supervisor assim está na sala de reanimação, esse segurança que perdeu a vida acompanhamos que tinha sido baleado na cabeça”.

Aliás, esta fonte disse estar a fazer as contas para saber quantos meticais que os meliantes se apoderaram nas suas incursões, “mas o guarda que estava em serviço não sofreu nada nesse assalto, somente os seus colegas que vinham o socorrer é que sofreram, até então não posso avançar o valor que perdemos, porque estou a fazer as contas para ver quantos meticais perdemos, mas eles recolheram todo dinheiro e tentavam novamente estragar o cofre, mais não sei ainda se conseguiram ou não estragar porque ainda não vi bem”.

O gabinete de Comunicação e Imagem do Hospital Central de Nampula (HCN) confirmou a entrada de um corpo sem vida na madrugada em referência, e o comando provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM), também, não tinha pronunciado até ao fecho desta matéria. (Malito João)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui