Ferroviário de Nampula pronto para revalidar o título de campeão nacional no boxe

0
319

Nampula (IKWELI) – Arranca nesta quarta-feira (28) na cidade de Quelimane, província da Zambézia, o campeonato nacional de boxe no escalão de séniores, e o Ferroviário de Nampula diz estar suficientemente preparado para reconquistar o título de campeão da modalidade.

A última edição do campeonato nacional de boxe foi realizada na cidade da Beira, no ano 2020. De lá a esta parte a prova não se disputou depois da interrupção de vários eventos desportivos devido às restrições impostas pela pandemia da covid-19.

Naquele ano, o clube Ferroviário de Nampula foi campeão absoluto, tendo se evidenciado não só no escalão de seniores, como também nos inferiores com enfoque para juniores. Por isso para a edição deste ano os locomotivas da capital do norte traçaram como objectivo a revalidação do título nacional.

“A moral está boa e o grupo está coeso. Estamos a trabalhar muito para esse nacional e os objectivos são os mesmos de sempre, ir ao nacional e conseguir o maior número de medalhas possível para ver se podemos revalidar o título porque actualmente somos os campeões nacionais, por isso temos que ir a esta prova para conseguirmos muitas medalhas de ouro”, disse Álvaro António, capitão da equipa de box do Ferroviário de Nampula.

“O objectivo é mesmo revalidar o título, mas não vai ser fácil porque este nacional vai ser mais difícil, porque nós vamos lutar para o título e os adversários estão cientes da qualidade da equipa do Ferroviário de Nampula, mas não vamos perder o foco, vamos nos concentrar para ver se trazemos muitas medalhas”, acrescentou o pugilista.

Para o atleta, o apoio do público de Nampula, mesmo a distância, é fundamental para o sucesso nos combates.

“À população de Nampula dizer que precisamos de motivação. Nós vamos com tudo, vamos carregar a nossa província como sempre, com ou sem dificuldades, aplicar tudo aquilo que preparamos durante estes todos os dias”, precisou Álvaro António.

Um total de 12 atletas seguiu viagem à Quelimane. Sebastião Matsinhe, treinador do clube Ferroviário de Nampula, referiu que o grupo está coeso e disposto para representar de maneira condigna a província de Nampula. “São 12 atletas que vão disputar o nacional e estou certo que voltaremos com a vitória, isso é o que posso dizer naquilo que é o meu trabalho”, referiu o mister Matsinhe.

“A moral sempre existiu no seio da equipa, trabalhou-se segundo as condições que até o momento existem, mas esforços estão sendo envidados de modo que ultrapassemos essas dificuldades. Sempre existem dificuldades, mas paulatinamente estão sendo colmatadas, portanto, há moral”, acrescentou o técnico.

Na passa terça-feira a equipa despediu-se da Direcção Provincial da Juventude, Emprego e Desporto de Nampula, onde a respectiva directora, Quinita Mendiate prometeu apoio moral aos pugilistas, esperançosa de que saberão representar a província mais populosa de Moçambique.

“A mensagem importante que nós deixamos é que, assim que estiverem no campo de batalha, quando estiverem em combate, lembrem-se que estão com eles mais de seis milhões de habitantes da nossa província. Então, defronte o adversário com esta pujança e façam a revalidação do título. Estamos a ir em defesa do título, somos os actuais campeões em título, e vamos para lá em defesa do título. Como governo, estaremos aqui a acompanhar toda prestação da nossa equipa, por isso força e estamos confiantes com os nossos atletas”, disse Quinita Mendiate. (Constantino Henriques)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui