Gestão de resíduos sólidos continua a ser desafiante na cidade de Nampula

0
260

Nampula (IKWELI) – O novo autarca da cidade de Nampula, Luís Giquira, tem vindo a dar sinais do seu empenho na realização de actividades que visam a melhoria da qualidade de vida dos munícipes, sobretudo na componente do saneamento do meio.

É nesta componente que o edil promove uma campanha de recolha massiva de resíduos sólidos.

Todavia, o sucesso na recolha de lixo, não só depende da disponibilidade de meios, também exige uma menor produção, assim como a preparação das famílias para o tratamento.

Os vários pontos de depósito e/ou recolha de lixo na cidade de Nampula não dispõem de meios adequados.

Por exemplo, nos bairros de Muahivire e Namicopo, nos arredores da cidade, os residentes locais pedem para que estes pontos de depósitos de resíduos sólidos tenham contentores para facilitar a gestão dos resíduos.

Para Albertina Mussa, residente em Namicopo, a falta de contentores faz com que os munícipes depositem o lixo no chão, o que vira um caos no momento em que funcionários do município vêm recolher. “Isso pode pôr em perigo a vida dos munícipes no momento em que poderão depositar o lixo no chão só para não pôr em perigo a nossa saúde”.

“Nos dias que chove cria-se um mau cheiro, o que poderá perigar a saúde das pessoas, mas se tivesse contentor nesse lugar, não haveria registo dessa situação de riscos e nem perigos, estamos a pedir que coloquem contentor para o nosso bem”, comenta o morador Momade Alberto.

A dona Clara Alberto, vendedeira ambulante e residente no bairro de Muahivire, congratula o novo edil pelo esforço que empreende na gestão dos resíduos sólidos, “mas também fica feio remover e não colocar um recipiente para nós como munícipes depositar o lixo, só para evitar riscos de saúde”.

“Gostaria que o presidente do conselho municipal de Nampula colocasse contentor, só para evitarmos doenças. Ele não pode só apenas recolher o lixo sem colocar o respectivo recipiente, digo isso porque sempre que estivermos a depositar o lixo no chão vai acabar por espalhar e com a chuva vai criar um mau cheiro”, disse Marcela Tomas, que também vive em Muahivire. (Virgínia Emília)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui