Aluno morre atropelado no Waresta

0
435

Nampula (IKWELI) – Um menino, de aparentemente 8 anos de idade, foi atropelado mortalmente, quando regressava da escola, por um camião em frente ao mercado do Waresta, nos arredores da cidade de Nampula, na manhã desta quarta-feira (21).

A vítima, segundo apuramos, teve uma morte instantânea no local, e foi atropelado quando tentava atravessar a estrada.

É mesmo em frente ao mercado do Waresta onde, normalmente, ficam 3 a 4 agentes da Polícia de Trânsito, os quais apenas dedicam-se em identificar condutores particulares, deixando que motoristas de “chapa-100” façam das suas, sem, no mínimo, chamá-los a razão. Igualmente, os agentes nunca ajudam as pessoas, sobretudo crianças e idosos, a atravessarem em segurança.

“Este acidente aconteceu nas barbas da Polícia de Trânsito”, disse um vendedor daquele mercado, anotando que “talvez seja por isso que a intervenção daqueles homens foi rápida”.

Foi a mesma polícia que retirou o corpo da vítima para morgue do Hospital Central de Nampula, acompanhada pelos familiares do malogrado.

“Aquela criança estava a sair da escola, então o carro vinha, também, mil (alta velocidade) e como criança é aquela o tempo que o motorista buzinou a criança logo ficou assustada e baralhada e o camião recolheu todo ele é. Isso eu acompanhei com os meus próprios olhos”, disse a vendedeira Catarina Mário.

Quem, também, assistiu esse trágico acidente é o jovem Aniceto Eugénio, o qual recomenda que “devem existir lombas aqui, porque os carros que passam aqui não costumam a travar, passam só de qualquer maneira. Então, se existirem lombas as coisas podem vir a mudar um pouco, e não é primeira vez que isso acontece sempre tem acontecido aqui mesmo e neste momento o que nós pedimos são lombas, porque temos uma escola perto e sempre atravessam crianças nessa estrada”.

Selma Alfredo, que tem educandos na escola primária de Teacane, viu-se desesperada após assistir o acidente, limitando-se a lamentar e preocupada com a segurança dos alunos que precisam atravessar a N8 para terem acesso ao ensino. “Como mãe me doeu bastante, porque tenho filho daquela idade que estuda nessa mesma escola”. (Malito João)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui