Polícia frusta tentativa de assalto de um “chapa-100” em Nipepe

0
244

Lichinga (IKWELI) – A Polícia da República de Moçambique (PRM), na província do Niassa, impediu a um assalto que estava sendo protagonizado contra uma viatura de transporte de pessoas e cargas no distrito de Nipepe no dia 7 do corrente mês.

Mirza Maguanda, porta-voz da PRM no Niassa, disse a imprensa que, em consequência, uma arma de fogo de fabrico caseiro foi recuperada pela corporação momentos após a troca de tiros entre os agentes da lei e ordem e dois indivíduos não identificados que pretendiam assaltar uma viatura de transporte de passageiros que se encontrava ao longo da estrada regional número 727, concretamente no rio Micanisso.

“Os indivíduos colocaram barricada na via pública e pretendiam imobilizar uma viatura que transportava passageiros que saia do distrito de Nipepe em direcção a Maua. Quando o condutor imobilizou a viatura com intenção de retirar as barricadas, sobressaíram dois indivíduos das matas e traziam consigo duas armas se fogo”, disse Maguanda, revelando que um dos indivíduos “foi alvejado e os dois colocaram-se em fuga na mata, deixando no local uma arma de fogo de fabrico caseiro. Neste momento decorrem os trabalhos no sentido de neutralizar esses indivíduos”.

Igualmente, esta fonte disse que na semana passa, um jovem de apenas 23 anos de idade perdeu a vida quinta-feira (04), na cidade de Lichinga, em consequência de um acidente de viação do tipo choque.

De acordo com Mirza Maguanda, o sinistro deu-se por volta das 14 horas, no bairro Nomba, quando uma viatura de passageiros que fazia o trajecto Lichinga à Majune embateu no ciclo motor que se encontrava no sentido contrário.

“Como causa do acidente temos cruzamento irregular por parte do condutor do auto pesado de passageiros e como consequência tivemos um óbito que é o condutor do ciclo motor e dano material ligeiro no ciclo motor. Na altura o motociclista foi socorrido para uma unidade sanitária onde foi declarado óbito. Foi feita a peça do expediente e o condutor detido por culpa grave”, explicou.

O Ikweli questionou sobre o caso de um jovem, de aparentemente 20 anos de idade, que se enforcou no último sábado (06), por este não ter aceitado o término do relacionamento e a PRM confirmou a ocorrência.

“Tivemos conhecimento da existência de um corpo sem vida, por volta das 05 horas. Foi constituído uma equipa multissetorial composta pela PRM, SERNIC e Saúde que se deslocou ao local, chegado lá o corpo não se encontrava no local”, afirmou. (Ângela da Fonseca, em Lichinga)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui