HCB supera a meta de produção anual

0
278

Songo (IKWELI) – A Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) S.A, uma das maiores produtoras independentes de energia da região austral de África, superou em 12%, no final de Novembro último, a meta da produção anual planificada para 2023, ora fixada em 14.291.665,47 MWh.

De acordo com um comunicado de imprensa da empresa enviado a nossa redação, “até ao final do ano, a HCB espera gerar 15.753.510,05 MWh, correspondente a 1,9% acima do volume de produção alcançado em 2022. A presente cifra resulta do desempenho notável dos programas de reforço da operação e manutenção dos equipamentos de geração e transporte hidro-energéticos em curso, bem como do trabalho árduo das equipas multidisciplinares de recursos humanos da Empresa”.

“A superação da produção energética anual, registada a 30 de Novembro de 2023, traduziu-se, igualmente, em receitas consideráveis, com um incremento na ordem de 29% se comparadas com o mesmo período de 2022, o que contribuirá para consolidar a robustez económico-financeira da Empresa. Até Novembro de 2023, a nossa contribuição para a economia nacional e canalizada para o Estado moçambicano foi de cerca de 13,06 mil milhões de meticais, correspondente à impostos, taxa de concessão e dividendos, num contexto em que a Empresa adoptou uma nova estrutura orgânica e de recursos humanos, que visa preparar-se para os desafios do sector energético nacional e regional”, referiu Tomás Matola, Presidente do Conselho de Administração, citado no comunicado.

A HCB é uma Empresa que, financeiramente, está bastante saudável, quer em termos de indicadores de liquidez, quer em termos da própria capacidade de geração de receitas A robustez económico-financeira da Empresa, permite-a honrar os seus compromissos e realizar investimentos concernentes à expansão e diversificação do seu negócio, mormente a reactivação da Central Norte, com capacidade estimada em 1.245 MW, e a implementação do projecto de uma central fotovoltaica de até 400 MW, que se prevê concluir nos próximos anos. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui