Estados Unidos e Moçambique assinam Memorando de Entendimento sobre Voluntários do Corpo da Paz

0
312

Maputo (IKWELI) – A Directora Nacional do Corpo da Paz em Moçambique, Lisa Heintz, e a Secretária Permanente de Estado da Juventude e Emprego (SEJE), Ivete Alane, assinaram um Memorando de Entendimento, nesta quinta-feira (7), na cidade de Maputo, assinalando o início do processo de regresso dos Voluntários do Corpo da Paz a Moçambique em 2024.

Este acto foi testemunhado, segundo uma nota de imprensa distribuída pela embaixada americano no Maputo, pelo embaixador dos EUA em Moçambique, Peter H. Vrooman, e pelo Secretário de Estado da Juventude e Emprego, Oswaldo Petersburgo.

“Este acordo demonstra a parceria e o compromisso contínuo entre os Estados Unidos e Moçambique à medida que os voluntários são recebidos de volta para promover a missão de paz e amizade. Este Memorando de Entendimento entre o Corpo da Paz e o SEJE demonstra a visão partilhada de apoiar e capacitar os jovens em Moçambique na educação, saúde, ambiente, empreendedorismo, cultura, tecnologias de informação, desporto e outras”, refere a nota.

Desde 1998, cerca de 1.500 Voluntários do Corpo da Paz vieram a Moçambique para se juntarem aos esforços da comunidade no desenvolvimento, saúde e educação. “Graças aos esforços do pessoal do Corpo da Paz e dos defensores deste programa do governo de Moçambique, como o Secretário de Estado Petersburgo, os voluntários estão a regressar”, disse o Embaixador dos EUA em Moçambique, Peter H. Vrooman, durante a cerimónia da assinatura do Memorando de Entendimento em Maputo, e citado na nota.

 Em Março de 2020, o Corpo de Paz evacuou todos os voluntários em todo o mundo devido ao COVID-19. Desde então, a equipa do Corpo da Paz em Moçambique continuou o seu trabalho com o governo e as comunidades em várias regiões do país nas áreas de educação e saúde.

“Em parceria com o Ministério da Saúde, o Corpo da Paz apoiou o programa de televisão Mentes Positivas na Província de Gaza sobre a prevenção do HIV. O Corpo da Paz também formou mais de 100 líderes de grupos de jovens na prevenção do HIV e da malária, no âmbito de um programa de futebol de base. A equipa do Corpo da Paz dirige o Programa de Bibliotecas Comunitárias em 26 locais, oferecendo livros e materiais para apoiar a melhoria das taxas de literacia entre os alunos do ensino primário. A equipa também apoiou cinco feiras de ciência e saúde em parceria com o Ministério da Educação”, recorda a embaixada na nota de imprensa, cujo conteúdo temos vindo a citar.

O primeiro grupo de Voluntários do Corpo da Paz regressará a Moçambique em 2024. O Corpo da Paz trabalha em Moçambique a convite do governo moçambicano, e os voluntários voltarão a envolver-se nas comunidades moçambicanas em colaboração com o SEJE, o MISAU e o MINEDH. Como membros activos da comunidade, os Voluntários do Corpo da Paz contribuirão para iniciativas relacionadas com o ensino vocacional para jovens, o ensino do inglês, o tratamento e a prevenção do HIV e a prevenção e erradicação da malária. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui