Feiras comerciais prejudicam alunos da escola primária de Côvo Gêr-Gêr

0
613

Nampula (IKWELI) – A direcção da Escola Primária do 1º e 2º graus de Covô Gêr-Gêr, no distrito de Nacala-à-Velha, lamenta o facto de as feiras comerciais terem contribuído negativamente no processo de ensino e aprendizagem de alguns alunos, isto porque os pais encarregados de educação orientavam seus educandos para dedicarem-se a comercialização durante a semana, nomeadamente, quarta-feira, quinta-feira e sexta-feira.

Sem avançar dados, o director-adjunto da escola, Aquenias Gil, referiu que tal situação ocorre porque muitos pais e encarregados de educação no posto administrativo de Covô Gêr-Gêr, não têm noção sobre a importância de enviar seus filhos a escola.

Aquenias Gil disse ao Ikweli que foram levadas a cabo várias campanhas de sensibilização junto aos pais e encarregados de educação, bem como aos líderes comunitários com vista a mudar o cenário da ausência dos alunos na escola.

“Em todas nossas reuniões pedagógicas e de educação com os alunos, falamos sobre este processo, chamando atenção de que não podem ir a feira durante o ano lectivo, mas eles não querem obedecer e essa culpa recai para os pais”, afirmou.

A fonte afirmou não ter o registo de desistências dos alunos, no entanto explicou que houve fraca adesão dos mesmos.

“Nesta localidade, maior parte das crianças não vai à escola por causa das feiras, empenham-se nessas actividades e desleixam-se da escola, alguns pais preferem entregar a encomenda neste caso o produto como torrados e pastéis, a criança para auxiliar nas feiras, invés, elas (mães) a vender mandam as crianças”, explicou.

Apesar disso, Aquenias Gil afirmou que o nível de adesão para a matrícula do novo ingresso naquela escola é satisfatório, isto porque a meta prevista é de 250 alunos até 31 de dezembro do ano em curso, estando agora com um total de 123 crianças inscritas para frequentar a primeira classe no ano lectivo de 2024.

“Nesta localidade os encarregados matriculam seus filhos a escola, a título de exemplo são os dados acima mencionados, o problema mesmo é reter ou enviar as crianças com frequência a escola”, avançou.

Importa lembrar que o posto administrativo de Covo GÊR-GÊR, dista mais ou menos 60 quilómetros da vila de Nacala-à-Velha na província de Nampula. (Ângela da Fonseca)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui