Desistência de Manuel Rodrigues pode ser uma prova de Deus à Frelimo”, considera Orlando Impissa, Primeiro Secretário do distrito de Nampula

0
482

Nampula (IKWELI) – O partido Frelimo no distrito de Nampula elegeu na passada segunda-feira (4) o novo cabeça-de-lista e candidato a Presidente do Conselho Autárquico de Nampula, uma das circunscrições geográficas de Moçambique que continua a tirar o apetite aos camaradas, uma vez que desde 2014 está nas mãos dos partidos adversários.

Depois de quatro anos nas mãos do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), nos últimos quase seis anos a cidade de Nampula é dirigida pelo partido Renamo. Aliás, para as eleições do próximo dia 11 de Outubro do ano em curso, a Renamo tem como cabeça-de-lista, Paulo Vahanle, actual autarca.

Como é do domínio público, para fragilizar a alegada fama de Paulo Vahanle no seio dos munícipes da cidade de Nampula, a Frelimo teria apostado no peso pesado da política nampulense, o não menos conhecido Manuel Rodrigues, actual governador daquela parcela de Moçambique, para dar uma resposta atempada as investidas de Vahanle. Entretanto, contraexpectativa dos camaradas, Rodrigues desistiu da corrida, por razões até aqui desconhecidas.

Trata-se de Luís Giquira, ou simplesmente Giquirito como é mais conhecido, o jovem empresário, nas artérias da cidade de Nampula o novo cabeça-de-lista do partido Frelimo para as autárquicas de 11 de Outubro que se avizinha.

A semelhança de Manuel Rodrigues, Luís Giquira não teve adversário, pelo que a sua eleição foi por aclamação dos membros do comité distrital do partido em Nampula, presentes no evento que teve lugar no bairro de Natikiri.

Após a eleição do novo cabeça-de-lista, Orlando Impissa, primeiro secretário do comité distrital da Frelimo em Nampula, considerou que o momento devastador que se vive dentro da agremiação pode ser uma prova divina, acreditando com isso que no próximo dia 11 o partido irá cantar vitória.

“Camaradas, continuem com esse espirito, não nos abandonem, porque a construção da vitória ficou clara com a presença dos camaradas”, começou por agradecer, Orlando Impissa, aos membros do comité distrital de Nampula.

“Só pode ser provação. Deus prova sempre os mais fortes, não manda trepar montanha alguém que não tenha capacidade de subir a montanha. Se os camaradas estão desafiados com tudo isso que aconteceu, considere algo que Deus está a preparar de bom para nós porque ele acha que cada membro do partido Frelimo na cidade de Nampula é forte para trepar a montanha”, disse na sua “homilia”, o primeiro secretário do comité distrital de Nampula, Orlando Impissa.

“Camaradas, a página está virada, com Giquirito a Frelimo avança”, acredita Impissa.

Aceito conduzir este desafio…

Falando após ser eleito, por aclamação, Luís Giquira acredita que com a coesão interna do partido, a Frelimo pode resgatar o tão desejado município de Nampula, a terceira mais importante cidade de Moçambique.

“Camaradas, esta eleição, apesar de ser por unanimidade, eu penso que não é só minha, penso que é de toda comissão aqui presente. É de todo órgão, é da Frelimo. Na Frelimo a vitória prepara-se, a vitória organiza-se. Então, é por essas palavras que eu queria pedir a todos camaradas que assumissem essa aclamação como vosso, porque sem vocês, sem união, sem coesão interna do nosso partido, não vamos conseguir. Mas com todos, nós juntos a trabalharmos com mesmo fim, é possível que a gente consiga resgatar este município”, disse Luís Giquira.

“É por isso que eu aceito este desafio, aceito conduzir este desafio, junto com os meus pares que são meus camaradas, as organizações sociais, OMM, OJM, ACLLM, para juntos definirmos estratégias conjuntas para resgatarmos o município de Nampula”, acrescentou.

Luís Giquira disse também que aceitou o desafio para devolver a boa imagem que a cidade de Nampula merece.

“Camaradas, são doze anos de sofrimento. Nós já fomos considerados como terceira cidade mais limpa do país, mas hoje estamos com índices mais abaixo, isso por causa da má governação da oposição. Camaradas, vamos assumir esse desafio como se fosse dos nossos filhos, nós queremos ver esta cidade a crescer. Queremos o desenvolvimento desta cidade. Nós temos planos, a Frelimo tem projectos e acreditamos que só com a Frelimo é que esta cidade continuará a crescer para os patamares que já foi conhecida”, acredita Giquirito. (Constantino Henriques)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui