Com aumento cada vez mais da população da província: Insuficiência de infraestruturas sociais continua a preocupar o governo de Nampula

0
430

Malema (IKWELI) – O governador de Nampula, Manuel Rodrigues, reconhece ser necessária a construção de mais infraestruturas sociais para responder o aumento, cada vez mais, do número da população daquela parcela localizada no norte de Moçambique.

O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) anunciou em 2018 que a população da província de Nampula era de 5,759.000 habitantes, através dos dados do Censo populacional por si realizado em 2017.  Actualmente, as projecções da mesma instituição apontam que o número da população é de mais de 6,500.000 habitantes, um crescimento na ordem de 12%.

Este aumento justifica a preocupação das autoridades governamentais daquela província que são desafiadas no aumento proporcional das infraestruturas sociais, com destaque para a saúde, educação, abastecimento de água, electrificação, entre outros.

Manuel Rodrigues, governador de Nampula, reiterou a preocupação nesta terça-feira (11), por ocasião do dia mundial da população, cujas cerimónias do nível provincial tiveram lugar na vila municipal de Malema.

“É nesta data que queremos que todos da província de Nampula reflitam sobre as principais dinâmicas dá população e os desafios que são colocados para o desenvolvimento. Do conjunto desses desafios queremos destacar alguns: necessidade de aumentarmos o nível de cobertura de centros de educação para a nossa população, a necessidade de aumento de unidades de prestação de cuidados de saúde à nossa população. A oferta de oportunidades de emprego constitui, igualmente, um dos grandes desafios e que todos nós temos que a abraçar para que possamos criar mais empregos para os nossos concidadãos”, sublinhou Manuel Rodrigues.

Para este ano, o 11 de Julho, dia mundial da população, celebrou-se sob o lema “maximizar a força da igualdade do género e levantar a voz da mulher e da rapariga para capitalizar as possibilidades infinitas que o nosso Mundo oferece”.

Face ao lema, o chefe do Conselho Executivo Provincial de Nampula alertou, também, a necessidade de se garantir que haja uma igualdade efectiva de género, ao nível daquela parcela moçambicana, destacando o empoderamento da mulher como a base para que tal aconteça.

Por outro lado, Manuel Rodrigues reiterou o apelo para adesão ao planeamento familiar, uma das medidas para a redução da pobreza que continua a fustigar as famílias daquele ponto do de Moçambique.

“Recordemo-nos que a nossa província de Nampula conta com mais de 6,5 milhões de habitantes e mais de três milhões são mulheres.  Esses dados demonstram o quão a mulher é relevante na nossa província e, aliás, em todas as esferas da nossa atividade alinha”, começou por dizer o governante, neste capítulo de planeamento.

Para Manuel Rodrigues, torna-se importante que a rapariga se mantenha na escola e que não haja a interrupção do seu futuro, exortando por outro lado aos pais e encarregados de educação no sentido a não compactuar com a violência contra a rapariga, bem como as uniões prematuras.

“Queremos reafirmar que só uma mulher empoderada é que será capaz de decidir se adere ou não aos programas de planeamento familiar, ou então, a determinação do número de filhos que pode gerar”, disse, acrescentando que “investir no acesso ao planeamento familiar universal, tem ganhos sociais e económicos que podem impulsionar o desenvolvimento da província em particular e do país em geral”.

De referir que para o dia mundial da população na vila de Malema foi caracterizado por uma feira de exposições dos produtos de origem agrícola e várias manifestações culturais, com destaque para as actuações dos artistas Tony Fernando e Lilly Wayne de Moz, o que submeteu Malema numa agitação de todos os tempos. (Constantino Henriques)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui