Neto apela população de Nampula a aderir a vacinação contra pólio

0
298

Nampula (IKWELI) – O Secretário de Estado da província de Nampula, Jaime Neto, apela aos pais e encarregados de educação daquele ponto do país a aderir em massa a oitava ronda da campanha de vacinação contra a poliomielite, sob lema “criança vacinada, criança saudável”, que decorre em todo o território nacional até ao próximo domingo (18).

Trata-se de uma campanha que prevê vacinar cerca de 20 milhões de crianças dos 0 aos 15 anos de idade. Em Nampula, o distrito de Nacarôa, acolheu a cerimónia de lançamento que foi dirigida pelo Secretario de Estado que afirmou que durante o período de 2021 a 2022, a província notificou cinco casos de pólio nos distritos de Nampula, Meconta, Eráti e Rapale, respectivamente.

No seu discurso, Neto chamou atenção aos residentes daquele distrito, sobre os malefícios da doença na vida de uma criança. “Lembrem-se de que a pólio é uma doença altamente infecciosa causada por vírus que afectam as criancas com idade inferior a cinco anos, a acção deste vírus caracteriza-se pela invasão do sistema nervoso periférico, podendo causar a paralisia de um ou mais membros, então temos que vacinar para evitar que essa doença passe para nós, a vacina é necessária para que as nossas criancas não fiquem doentes”.

Jaime Neto disse que na província de Nampula, a oitava ronda da campanha de vacinação que será feita porta-a-porta, locais de maior aglomeração como mercado, escolas, bem como jardins, por forma a abranger mais de três mil criancas.

“Na província vão se beneficiar da intervenção, criancas menores de 15 anos o que corresponde a um universo de 3.950 mil crianças. Uma vacina será administrada oralmente e não amarga. Os vacinadores irão pintar o dedo da crincas só para certificar que todas criancas foram vacinadas e farão o registo da casa”, explicou.

Por sua vez, O chefe do departamento de Saúde Pública nos Serviços Provinciais, Geraldino Avalinho, disse que para a província de Nampula, foram destacadas 5.300 equipas que já se encontram nos 23 distritos.

“Até agora conseguimos alocar todos os recursos para que todos os distritos possam ter capacidade local para a cumprir com a campanha. Nós temos grupos de equipas constituídas por um vacinador, um registador e um mobilizador que estão a passar de casa em casa como também equipas que vão estar nas escolas uma vez que o nosso grupo alvo para esta fase não é só crincas dos 0 aos 5 anos”, disse.

Vale lembrar que a poliomielite é uma doença infecciosa sem cura que afecta crianças com menos de cinco anos e só pode ser prevenida com a vacina, por isso, que a vacinação é gratuita e para cobrir toda a população infantil, em todo o território foram destacadas 27 mil equipas. (Ângela da Fonseca)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui