Nampula: Actores sociais discutem mecanismos estratégicos da economia azul

0
358

Nampula (IKWELI) – A cidade de Nampula, no norte do país, acolheu, recentemente, um evento de auscultação de actores sociais sobre a futura estratégia da economia azul.

Economia azul é um conjunto de actividades que visam explorar os recursos existentes nos oceanos e águas interiores, sendo que o evento de Nampula esteve a cargo do ministério moçambicano do Mar, Águas Interiores e Pesca, entidade governamental que lidera o processo.

Teresa Maria, que lidera o processo de consulta pública da estratégia em elaboração, entende que Nampula tem o papel relevante neste processo, considerando os dois portos de grande magnitude aqui existentes, bem como a sua localização estratégica.

“Apesar dos vários desafios das estratégias, como é o caso das mudanças climáticas e não envolvimentos da juventude nesta matéria, há várias propostas para minimizar os feitos dos problemas que a consultoria oferece, que isso só será materializado com muita informação e capacitação das varias camada sociais”, disse Teresa Maria Gomes, que acredita que a implementação da economia azul poderá ajudar na melhoria de vida das comunidades, criação de emprego e melhor envolvimento dos agentes privados que poderão ter a possibilidade de investir sem grandes preocupações.

Tomé Shakushasha, em representação do Secretário de Estado na província de Nampula, disse que os oceanos e o mar representam cerca de 70% da superfície do planeta. “Um oceano saudável significa um mar livre da poluição, para melhor uso da potencialidade do mar é necessária uma gestão criteriosa baseada nos diversos benefícios que o mesmo pode gerar o emprego, alimentos, exploração de recursos turísticos e energéticos, assim como minerais, enquanto se preserva a biodiversidade”. (Malito João)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui