Napipine: Malfeitores roubam 600 mil meticais numa mercearia

0
304

Nampula (IKWELI) – Um grupo de malfeitores a mão armada, composto por 18 indivíduos, assaltou na madrugada desta segunda-feira (22), uma mercearia pertencente a um cidadão congolês, na zona conhecida por Nihia no bairro de Napipine, na cidade de Nampula e roubaram um montante avaliado em aproximadamente 600 mil meticais, bebidas alcoólicas e de seguida espancaram brutalmente o proprietário, incluindo ameaças de morte.

Ao Ikweli, o proprietário da mercearia, Ndaisenga Nowa, fez saber que o acto o correu por volta da meia-noite, momento em que os malfeitores começaram a vandalizar o portão da mercearia que, igualmente, serve de sua residência. “No começo ouvi um barulho de pessoas e pensando que era normal, o barulho continuava, depois de alguns minutos ouvi gritos e batimentos forte no portão. Com medo, despertei e fiquei sem ideia, mas depois escuto uma voz que dizia abre a porta se não agente entra aí dentro e vamos tirar a sua vida. Quando abri o portão, recebi uma porrada de catana, ficando sem como me defender cai, mas nem com isso fui levantado para receber questionamento a cerca do valor que tinha para salvar a minha vida”, explicou a vítima.

Seguindo contou, “os malfeitores levaram todo dinheiro que agente tinha no cofre, porque estávamos a acumular para comprar as mercadorias, tendo em conta que uma parte de produtos já tínhamos vendido, agente pensava encher a loja o que não foi possível porque todo valor já se foi e estou muito triste com isso porque não sei continuar a viver na terra de dono sem ter nada”.

Agastado com a situação, a fonte pede o patrulhamento dos agentes da polícia no sentido de conter os ânimos dos malfeitores, visto que no seu entender “nunca vi, pelo menos, um membro da polícia a circular nesta zona, as vezes fecho 22h e nunca vi uma forҫa activa a patrulhar na área o que poderia manter a ordem e a tranquilidade”.

Ossufo Fernando, jovem que dormia naquela mercearia junto com proprietário, disse que o grupo dos malfeitores além de estar armado, tinha uma viatura. “Vinham de uma minibus. Não foi fácil encarrar aquela realidade, porque os malfeitores eram muitos e a vontade, até chegaram ao ponto de partir a parede da barraca onde queriam começar a carregar outros produtos dai que quando deu 1h a população e a polícia intervieram, mas os assaltantes já tinham dado fuga”.

Ossufo Fernando acrescentou que os malfeitores “o que mais me espantou é de que os ladrões furtaram todo dinheiro, até começaram a partir algumas garrafas de bebidas e partiram congeladores e fico muito angustiando com esse acontecimento”. (Malito João)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui