Sector do algodão duplica produção em Moçambique

0
297

Maputo (IKWELI) – O ministro moçambicano da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, anunciou que o sector do algodão duplicou a sua produção durante a campanha agrária passada., em resultado do estímulo dado pelo Governo.

Este estímulo, segundo o governante, tem em vista salvaguardar os rendimentos dos produtores, subsidiando 6,00Mt (seis meticais) o quilograma, fixando assim o valor de venda do produtor na ordem dos 33,00Mt (trinta e três meticais).

Com isso, espera-se, na presente campanha de comercialização, que 120.000 (cento e vinte mil) famílias, que tem na cadeia de valor do algodão a sua fonte de rendimento, beneficiem directamente.

Na campanha agrária 2020/2021, o país produziu 45.802 toneladas de algodão, numa área estimada em 104.711 hectares, com o envolvimento de 142.062 produtores e 5 empresas, 9 fábricas de algodão e 3 fábricas de óleo.

Na semana passada, sob mediação do Governo, os produtores e empresas fomentadoras sentaram a mesma mesa para discutir o preço mínimo de referência para a presente campanha, assim como o Mecanismo de Estabilização do Preço.

Na ocasião, Correia disse que “o valor de estabilização teve a contribuição de 5 empresas fomentadoras com o envolvimento de 127 mil produtores” que o valor realizado no âmbito deste fundo foi de 110.058.372,58Mt, conta a previsão que era de 114.950.000,00Mt.

Nesta perspectiva, o ministro entende serem desafios do sector “mobilizar parceiros financeiros para reforçar o fundo de estabilização, identifica novos operadores de fomento para garantir a produção do algodão na província de Cabo Delgado, identificar medidas adequadas para suportar o défice do valor de estabilização prevista para a campanha 2022/2023, identificar mecanismos de monitoria e fiscalização em coordenação com o FONPA [Fórum Nacional dos Produtores de Algodão] para o controle de volumes do algodão comprado ao longo da cadeia de comercialização”. (Redação)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui