Portugueses querem construir um centro de formação profissional na Ilha de Moçambique

0
402

Nampula (IKWELI) – O governo português diz que já tem um plano na manga para a construção de um centro de formação profissional em várias áreas no distrito da Ilha de Moçambique, na zona insolar da província de Nampula, como forma de contribuir para a profissionalização de jovens para responder ao mercado de emprego.

Esta boa nova foi dada a conhecer à imprensa por Miguel Fontes, Secretário do Estado de Trabalho do governo português, pouco depois de um encontro com o Secretário de Estado na Província de Nampula, Jaime Neto.

Miguel Fontes disse que a visita à Nampula é mesmo no sentido de ir a Ilha de Moçambique para se inteirar com a população daquele distrito no sentido de se chegar a uma conclusão, para a implantação do projecto. “Temos o conhecimento do projeto no papel, agora no terreno temos que verificar a modelação junto com às autoridades moçambicanas, discutirmos a melhor forma de Portugal no quadro da sua política de cooperação, de como se pode associar a este projecto”, explicou a fonte.

Para esta fonte, a infra-estrutura irá ajudar vários jovens, ao nível de capacitação em domínios técnicos de emprego, assim como na formação de formadores profissionais, sendo que essas são às áreas que motivam o governo português a trazer este projeto ao país, concretamente na Ilha de Moçambique.

Sem a divulgar os custos e muito menos a data marcada para o arranque do projeto, o Secretário de Estado de Trabalho de Portugal, garantiu “o projecto está sendo tratado com muita urgência, no sentido que o mesmo tenha um andamento muito rápido na sua constituição”. (Hermínio Raja)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui