Celso Correia defende a mudança de Paradigma nos financiamentos do Banco Mundial

0
263

Washington (IKWELI) – O Ministro moçambicano da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, defendeu em Washington, durante a Reunião de Primavera do Banco Mundial, o alargamento do período dos Programas, por um período mínimo de 7anos, por forma a induzir a mudança almejada.

Realizou-se em Washington, nos Estados Unidos, a Reunião de Primavera do Banco Mundial, tendo no dia 13, o Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, sido o orador principal no painel com tema sobre “Construção de Sistemas Alimentares Resilientes”.

Neste painel, Celso Correia abordou os pilares para a Resiliência dos Sistemas Alimentares, tendo destacado que a Paz, resiliência aos efeitos das alterações climatéricas e o crescimento económico são os elementos-chave para se alcançar o objectivo de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, Fome Zero.

Enfatizou, igualmente, que face aos desafios do mundo actual, “é fundamental a Mudança de Paradigma, mais especificamente no financiamento e implementação de programas por um período significativo – cerca de 7 anos – para induzir a mudança efectiva e real”.

Disse ainda que face às Mudanças Climáticas, “é necessário produzir e adaptar as tecnologias, às condições agroecológicas do país e as condições socioeconômicas dos produtores”, tendo salientado, que “a transferência de tecnologia para os produtores, é um elemento central da actuação do Governo de Moçambique, estando para o efeito a ser negociado um pacote financeiro de 75 Milhões de Dólares Americanos para o investimento na investigação agraria e Inovação”. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui