Mutauanha: Peões disputam passeios com veículos e motorizadas

0
207

Nampula (IKWELI) – As frequentes chuvas que se registam na província de Nampula, no norte de Moçambique, estão a dificultar, cada vez mais, as condições de transitabilidade e mobilidade na urbe.

Por exemplo, devido a degradação do pavimento, peões são obrigados a disputar passeios da rua que liga o mercado do Matadouro e a avenida do Trabalho com automobilistas e motociclistas.

“A via está danificada e péssima, com muitos buracos. Como podes ver, o passeio que serve para a passagem dos cidadãos está sendo invadido pelos automobilistas e motociclistas, todos estes querem passar no mesmo espaço e quando chove a situação é de maior preocupação, toda a via fica inundada”, disse o utente Brison Artur, o qual acrescenta que “estamos com este problema desde o mês de outubro do ano passado, as   autoridades têm conhecimento e até então esperamos que algo seja feito”.

Esta fonte aponta que “recentemente uma menor de 12 anos de idade, quando regressava da escola, foi atropelada por um motociclista desconhecido, tudo por conta de disputa do mesmo espaço e estamos preocupados porque não é o primeiro caso de acidente a ser registado no mesmo lugar, daí que a preocupação é de todos”.

A dona Hortência António não esconde a sua preocupação com a situação, sobretudo porque a rua passa nas imediações de uma escola.

“Por causa de via degradada temos charcos, todos passam dificuldades para chegar ao destino, como ao mercado, trabalho e escola. Tudo isso é lamentável e sem contar que estamos próximos das eleições e com este problema das vias de acesso, neste e outros bairros, não sabemos a quem merece o nosso voto”.

“A situação que se vive neste bairro está a acontecer em outros pontos da cidade locais, posso dizer que a má qualidade da obra de construção das vias de acesso é o principal motivo para a degradação de várias vias. Essa situação que cria a disputa do mesmo espaço de passeio entre os automobilistas, motociclistas e pões, por isso pedimos aquém de direito a intervenção”, comentou o município Dionísio André.

O motociclista Amade Momade diz que a situação é, também, complicada para eles, pois a disputa pelos passeios é cada vez mais agressiva. (Nelsa Momade)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui