Principal acesso do mercado do Waresta encontra-se interrompido

0
280

Nampula (IKWELI) – O principal acesso do mercado grossista do Waresta, nos arredores da cidade de Nampula, encontra-se interrompido desde o passado sábado (28 de Janeiro), e ao que tudo indica é para obras de reabilitação e manutenção.

Oficialmente, a edilidade não informou as causas do interrompimento da via que coincide com uma passagem de nível, e o facto preocupa os utentes e moradores próximos do mercado.

De acordo com nossas fontes, o local não serve apenas aos utentes do mercado, mas é uma travessia importante para moradores da zona do Viera, Areal e outros pontos habitacionais de Murrapaniua, no posto administrativo autárquico de Natikiri.

Enquanto não há informação sobre o que, realmente, pretende-se executar com a interrupção do acesso, as reclamações são várias, tal como comentou a senhora Clara Armando. “Aquilo não é normal. As pessoas estão a sofrer, porque chegar neste portão que a gente já estava acostumada e voltar para passar no outro portão é muito cansativo, isto porque a outra passagem fica muito longe, a gente não sabe o que eles pretendem fazer com aquele local, se vão colocar um murro de vedação ou não, isso quem deve saber é o conselho municipal da cidade”, disse.

Narciso Bernardo, outro utente entrevistado pelo Ikweli, diz que “nós apenas vimos essa vedação, na quinta-feira, vimos apenas os homens a fechar o portão de entrada, e nesse momento estamos mal, porque as pessoas que querem ter acesso ao mercado devem percorrer distâncias para o efeito, estou a falar da entrada perto das bombas e a entrada perto duma escola que, também, esta distante. O Conselho Municipal ainda não disse nada relacionado com o fechamento deste local, mas também acho que as obras fazem parte da empresa Nacala Logistics”.

“O mercado é da responsabilidade do municio e são os mesmos que deveriam nos dar alguma informação sobre o caso, mas até hoje não veio dar nenhuma informação, eu acho que o presidente e o pessoal da empresa já conversarão sobre o caso e já está tudo legalizado sobre esse assunto”, comentou esta fonte, recordando que “daqui para as bombas não sei qual é a distância exacta, mas é muito longe, aqui outros passam pelo murro de vedação”.

“Isso é muito complicado, porque a gente não tinha informação do caso e neste local não tem nenhuma placa que identificação o que se pretende realizar neste local, por exemplo eu fiquei surpreendida quando cheguei neste local e tinha que dar a volta para ter acesso ao interior do mercado e comprar o que eu queria. Até outros saltam muro e isso é um risco quando as pessoas, porque as pessoas que não são flexíveis em saltar podem calhar a vir comboio, e já sabemos como vai terminar com essa pessoa pior se a sorte não estar com o mesmo”, comentou uma fonte que não quis se identificar.

O director de Comunicação e Imagem no conselho autárquico da cidade de Nampula, Nelson Carvalho, garantiu, em reação, que a ideia é melhorar o local, para garantir uma boa mobilidade.

“O município tem conhecimento da situação, o município em parceria com o Corredor de Desenvolvimento de Norte, estudou uma estratégia no sentido de melhorar os acessos do mercado Waresta razão pela qual esta aquela vedação”, disse, explicando que “pretende-se fazer o melhoramento do acesso principal do mercado e, também, criar-se alguma cancela de modo a proteger os munícipes que são forçados, em algum momento, a saltar a linha férrea quando o comboio esta a passar”.

“Na verdade, não sei o que falhou, mas já foram cumpridos com todos os procedimentos e temos certeza que nos próximos dias já teremos o acesso livre e antes da construção já teremos as placas que identificam tudo sobre a construção da referida obra”, concluiu Nelson Carvalho. (Hermínio Raja & Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui