Cidade de Nampula começa 2023 com escassez de gasolina

0
326

Nampula (IKWELI) – Nos últimos dias, a cidade de Nampula, no norte de Moçambique, voltou a registar a crise de combustíveis, concretamente a gasolina.

E para além dos automobilistas particulares e transportadores de passageiros, o cenário afecta, igualmente, aos operadores de táxi de moto, os quais que por longas horas paralisam as suas actividades, por conta da falta deste recurso nas bombas de abastecimento mais próximas, outros ainda percorrem distâncias a procura de um posto que dispõe deste produto.

No segundo dia do ano 2023, o Ikweli fez uma ronda em alguns postos de abastecimento na urbe, onde testemunhamos a realidade através dos staffs daquelas bombas. A título ilustrativo, são os dois postos de abastecimento instalados ao prolongamento da Avenida Eduardo Mondlane, no bairro Muhala, que há sensivelmente dois dias não têm gasolina.

Outrossim, ao longo da N1, no cruzamento da Subestação e Marrere, tomamos conhecimento que os postos de abastecimento ali existentes registam falta de gasolina, mas que havia garantias de até a tarde desta segunda-feira (02), abastecer-se às bombas para depois passar aos clientes.

Aliás, dos dez postos de abastecimento visitados pela nossa equipa de reportagem, apenas quatros tinham gasolina nos seus tanques, enquanto as restantes, segundo informações por nós colhidas, tinham pouca quantidade e aguardavam pela chegada do camião que transporta este recurso, respectivamente.

“Não sei o que exactamente está por detrás dessa escassez de gasolina, mas está a criar dificuldades porque corremos o risco de estacionar as nossas motorizadas”, lamentou, em conversa, Litos Alberto, taxista de moto no bairro de Mutauanha, concretamente na zona da FAINA.

Segundo apuramos, há semanas a crise afectou, também, a cidade portuária de Nacala sem, no entanto, saber-se as reais motivações. Contudo, especula-se a demora da chegada do navio que transporta os combustíveis.

O problema pode ser dos gestores dos postos

Sobre a situação, o Ikweli contactou o Serviço Provincial de Infra-Estruturas de Nampula, através do Departamento de Energia, tendo sido garantida a disponibilidade da gasolina a partir do porto de Nacala desde o dia 30 de Dezembro findo. Mas antes, segundo tomamos conhecimento, havia sim ruptura de gasolina, devido ao navio que demorou de atracar no porto de Nacala.

“Até sexta-feira já estavam a me confirmar que havia atracado o navio e, esta semana que estamos a falar, não há nenhum problema de combustível. Já está a fluir normalmente”, garantiu Manuel Silvério, chefe do Departamento de Energias, para quem “se existe uma e outra bomba que não tem combustível é por causa da própria gestão, não é porque no mercado não está disponível. A gasolina já foi descarregada e está sendo distribuída para todos os terminais”. (Esmeraldo Boquisse)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui