Vacatura deixada por Magibire “ressuscita” perdizes gananciosas

0
39

Nampula (IKWELI) – A vacatura da vaga mais cobiçada no regime executivo do partido Renamo, Secretário-geral, abre espaço para os mais aparecedores e proeminentes membros da perdiz sonharem com a sua ocupação, e neste momento a disputa é bem renhida.

Dos nomes mais sonantes, o destaque vai para Ivone Soares (sobrinha do falecido líder Afonso Dhlakama), José Manteigas (porta-voz da Renamo e leal a Ossufo Momade, mas com imagem publicamente gasta) e Venâncio Mondlane (deputado da Renamo que nunca interrompeu a campanha eleitoral na cidade de Maputo).

Para merecer confiança do presidente da Renamo, Ossufo Momade, há démarches em vários sentidos, sendo que parte destes potenciais candidatos tem usado as redes sociais para vender o seu “peixe”. Cabe a Momade indicar o novo secretário-geral da perdiz, o qual será escrutinado no Conselho Nacional da Renamo.

Fontes do Ikweli na Renamo apontam ter sido Venâncio Mondlane que fez a cama ao “desmontado” secretário-geral, André Magibire. Magibire já foi secretário particular de Afonso Dhlakama, e teve um papel preponderante no processo em curso de Desmilitarização, Desmobilização e Reintegração dos homens residuais da Renamo.

Ivone Soares, diplomaticamente correcta, desde o congresso que elegeu Ossufo Momade a presidência da Renamo, pouco tem aparecido como política, dando mais nas vistas como académica e comentadora em televisões, mas na última semana, exactamente na que caiu Magibire, Soares esteve com o seu líder nas autarquias da província da Zambézia, e desta vez mais calma.

Após a queda de Magibire, uma falsa notícia circulou dando conta da indicação de Ivone Soares à Secretário-geral da Renamo.

Por outro lado, está Venâncio Mondlane, que, nos últimos tempos, tem estado, praticamente, em campanha eleitoral pelo município da cidade de Maputo. Igualmente, o deputado na Assembleia da República quase que criou, também, um canal de comunicação nas redes sociais, onde se dedica a criticar alguns falhanços políticos. Estes “investimentos” de Mondlane foram considerados como tendo feito sombra a Magibire, que das vezes que apareceu viu-se pouco consistente e até bêbado.

O conhecido estratega José Manteiga, porta-voz da Renamo, pouco aparece em volta desta questão, mostrando-se discreto. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui