Três mil motoristas e motociclistas treinados em segurança rodoviária na cidade de Nampula

0
95

Nampula (IKWELI) – A Associação Moçambicana de Polícias está a capacitar motociclistas e motoristas baseados na cidade de Nampula, durante duas semanas, em matérias de segurança rodoviária, com vista a prevenção aos acidentes de viação que causam danos humanos e materiais nas vias públicas.

Na capacitação, que decorre desde o dia 12 e vai até 28 de Setembro corrente, a associação promotora do evento usa o Código de Estrada como instrumento principal para doptar de conhecimentos básicos aos transportadores, sejam taxistas ou motoristas da cidade de Nampula. Aliás, formações do género decorrem em escala nacional, como forma de reduzir a ocorrência de acidentes de viação.

Nazário Mawnagana, presidente da Associação Moçambicana de Polícias, disse ser preciso recordar aos automobilistas que a conduçao defensiva é uma das principais formas de evitar que situações de acidentes ocorram nas estradas, por isso chama à razão ao público-alvo escolhido para ser treinado.

O presidente explica que o índice de acidentes de viação na província de Nampula constitui razão da escolha desta região para a formação, por isso antevê-se, depois do treinamento, a redução do nível de ocorrência da sinistralidade rodoviária naquele ponto do país.

“Esta capacitação visa dimimunir o índice da sinistralidade rodoviária a nível nacional e na província de Nampula, em particular, uma vez que nos últimos meses aumentam os acidentes nesta província. Isto é muito preocupante, por isso decidimos que Nampula seria o lugar ideial para esta capacitação”, disse a fonte.

Na formação, segundo o representante da Associação Moçambicana de Polícias, serão transmitidas igualmente, matérias sobre a postura camária, de maneiras que os condutores saibam das consequências que incorrem em casos de não respeitar as regras elementares de trânsito na via pública.

Sobre o assunto, entrevistamos os beneficiários da formação de se mostram satisfeitos, pois a iniciativa revela a preocupação dos outros actores da sociedade em relação ao derramamento de sangue nas estradas, o que ceifam vidas humanas na província de Nampula, e não só.

Igualmente, os beneficiários destacam a importância de cada condutor saber onde vai estacionar o seu veículo e evitar o desvio e encurtamento de rota sem a devida necessidade. “É preciso que a condução seja sempre defensiva, evitar corte de prioridades e respeitar os sinais de trânsito fixos e temporários”, referiu um dos automobilistas que participa da formação. (Dilma Coelho)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui