Docente da UniLúrio premiado em Túnis

0
95

Nampula (IKWELI) – O docente da Faculdade de Engenharia da Universidade Lúrio (UniLúrio), Luís Pina, foi premiado em Túnis, Tunísia, na categoria de Inovação e seu Impacto na Pesquisa em África, no âmbito do Encontro Anual da Comunidade Africana da Inteligência Artificial.

Organizado pela Deep Learning Idaba (DLI), organização que tem como missão fortalecer o uso da Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning (ML) em África, o evento decorreu entre os dias 21 e 26 de Agosto, findo, ocasião em que Pina apresentou o seu projecto intitulado “A computer vision non-intrusive mechanism to collect images and give real-time insights about animals behaviour on coral reefs in Mozambican waters”.

“O objectivo do projecto é desenvolver um mecanismo de Deep Learning não intrusivo para colecionar imagens e fornecer informações sobre os recifes de coral na praia de Fernão Veloso em Nacala Porto, o que permitirá que os biólogos analisem dados em tempo real e deduzam a história de vida, comportamento, população e sobrevivência dos animais em águas moçambicanas. Na fase inicial, o recife de coral estará localizado a 10-15 metros de profundidade e a 200 metros do local de fornecimento de energia central no Kwalala Lodge. O projecto permitirá implantar, em particular, um recife artificial para estudar o desenvolvimento de uma comunidade de peixes em torno de uma estrutura recém-introduzida para obter uma visão sobre o potencial de melhoria do ecossistema no contexto da restauração de recifes de coral”, escreve a UniLúrio, no seu sítio de internet.

Importa salientar que a conferência organizada pela DLI é um encontro anual da comunidade africana de IA. O evento consiste numa semana de ensino (com sessões práticas) e debate sobre os princípios e a prática da Inteligência Artificial no contexto africano. Os participantes são seleccionados com prioridade ao continente africano e outros convidados provenientes de outros continentes. Os pesquisadores africanos interagem com os líderes mundiais na área de IA, podem apresentar os seus próprios projectos de pesquisa e criar as suas redes de contacto. Os participantes são de todos os níveis, desde estudantes, professores, profissionais na indústria, startups e desenvolvedores de políticas de uso de IA. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui