Home ACTUALIDADE Nampula: Nyusi inaugura fábrica com capacidade de processar mais de 26 mil...

Nampula: Nyusi inaugura fábrica com capacidade de processar mais de 26 mil toneladas de milho por ano

0
74

Nampula (IKWELI) – O Presidente da República, Filipe Nyusi, inaugurou no fim da tarde desta quinta-feira (25), nos arredores da cidade de Nampula, uma unidade fabril com a capacidade de processar 26.400 toneladas de milho por ano.

Segundo o PR, aquela unidade insere-se nos esforços que tem vindo a ser levados a cabo pelo ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, no âmbito do programa SUSTENTA, para o “fortalecimento do agronegócio em Moçambique”, no sentido de “maximizar e viabilizar a cadeia de valor do milho desta região do país”, bem como “materializar o que torna a agricultura uma base de desenvolvimento e a indústria um factor”.

“O empreendimento representa um investimento de cerca de 128 milhões de meticais”, disse Filipe Nyusi, explicando que “a fábrica tem a capacidade para absorver o excedente da produção de cerca de 60 000pequenos produtores dos distritos de Rapale, Mecubúri, Murrupula, Meconta, Muecate, Nacarôa, Mogovolas, distritos vizinhos aqui da Cidade de Nampula”.

A referida fábrica tem a capacidade para armazenar 7.500 toneladas de milho, dispõe de 3 armazéns querespondem as necessidades das linhas de produção de 100 toneladas/dia.

“É dentro desta perspectiva que a empresa Produtos Alimentares do Norte integra 8 mil produtores por intermédio de 100 PACE no âmbito do programa SUSTENTA”, anunciou o PR, referindo que “a aderência aoprograma de fomento irá permitir maior controle do preço da matéria-prima e redução do custo de produção eque esse benefício possa ser transferido para o consumidor na compra a preços mais competitivos”.

Por outro lado, Filipe Nyusi recordou que “esta fábrica é a segunda que abre na província de Nampula num espaço de dois anos, depois de ter aberto a fábrica de processamento de farinha de milho em Malema, em 2021, com financiamento pelo SUSTENTA tanto para tecnologia como para fomento”.

“Para além das indústrias de processamento de farinha aqui na província de Nampula, de processamento de carne na província de Tete, de refinação de óleo na província de Niassa, estão também em curso a construçãode outras indústrias de processamento de feijões, arroz e óleos, a entrar em funcionamento ainda este ano”, concluiu o Presidente da República. (Aunício da Silva)