Nampula: corrupção “mata” sonho de jovens

0
75

Nampula (IKWELI) – Jovens da província de Nampula, norte de Moçambique, mostram-se indignados com a elevada taxa de corrupção naquele ponto do país, fenómeno que “mata” os seus sonhos de construir uma sociedade mais desenvolvida e baseadas em valores morais aceitáveis.

No dia 11 de Julho corrente foi assinalado o Dia Africano de Combate a Corrupção, e foi nessa ocasião que jovens entrevistados pelo Ikweli exigiram ao governo para, com urgência, colmatar a situação.

Devido a corrupção, oportunidades de emprego que surgem, tanto no sector público, assim como no privado, são ocupadas não em base das competências e qualificações, mas mediante o pagamento de certos valores monetários, cujo montante tem sido assustador.

“A corrupção em Moçambique é uma situação que o Estado moçambicano precisa ainda continuar a lutar e combater, porque é importante que o Estado possa a fazer um trabalho de modo a colmatar essa situação”, disse o jovem Aguiar Jaime, para quem “a corrupção tem a afectado a juventude atual porque numa situação de sonhos em que alguém deseja desenvolver uma atividade ou seja formar-se uma certa área, mas numa situação em que este jovem ele tem a certeza efetivamente se eu me formar nesta área e eu não tenho condições monetárias, enquadrado nesta área será complicado”, por isso “esse jovem acaba fazendo uma atividade não relacionada com aquilo que era do sonho”.

Esta fonte avança ainda que “temos essa situação nos sectores de Saúde, Educação e Segurança, e que o Estado deve intervir. Nós temos vindo a acompanhar esses tipos de situações que nos últimos tempos tem sido complicado, porque são valores avultados que são exigidos aos jovens para poderem entrar lá e fazerem parte destes sectores”.

“Na verdade, aquilo que nós temos constatado e temos ouvido é que as pessoas acabam sendo cobradas numa média de 50.000,00mt (Cinquenta mil meticais) a 60.000,00Mt (Sessenta Mil meticais) para ter acesso ao emprego nestes sectores. Estamos a falar numa cidade em que a taxa de desemprego é muito elevado, e são valores avultados e que muitos jovens não estão em condições de disponibilizar”, precisou o nosso interlocutor.

Quem, também, mostra a mesma preocupação com a crescente taxa da corrupção em Nampula é a jovem Maudia Eusébio, a qual considera a situação como sendo “muito caótica”, por isso, “em mim pergunto, um jovem de uma família humilde que não tem condições, onde vai conseguir um valor de 50.000,00Mt (Cinquenta mil meticais) para poder pagar emprego, e com a realidade em que nos encontramos?”.

Maudia considera a situação como sendo mais pior nos sectores da educação e saúde, facto que “afecta negativamente a vida dos jovens e deixa eles sem esperança de um dia trabalhar, por isso que até outros jovens viram a ser gatunos”. (Hermínio Raja)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui