Meluco: terroristas matam uma pessoa e queimam casas

0
90

Meluco (IKWELI) – A crise humanitária em Cabo Delgado, que recentemente deslocou 36 mil pessoas, ainda está a agravar-se, porém, novos ataques continuam a registar-se, tal como aconteceu recentemente no centro da província.

As populações das aldeias Mussemuco e Mitepo no distrito de Meluco, foram alvos de ataques terroristas no último fim-de-semana, deixando mortos e danos avultados.

Os terroristas, de acordo com fontes locais, queimaram diversas casas da população na aldeia Mitepo no sábado, enquanto que no domingo a noite, além de queimarem palhotas da população em Mussemuco, à poucos quilómetros de vila-sede de Meluco, causaram a morte de uma pessoa do sexo masculino.

Parte da população, deslocou-se a sede do distrito de Meluco, ao passo que a outra está sem abrigo e alimentação. As aulas, por enquanto, também estão interrompidas, algumas crianças seguiram com os pais e encarregados de educação.

No entanto, anotam fontes do Ikweli, em Pemba, que a província de Cabo Delgado está cada vez mais militarizada. Nos últimos dias considerável material bélico chegou naquela província com vista a fazer face todos focos dos terroristas. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui