Dia da independência sangrento em Mocímboa da Praia

0
82
milicianos semeiam terror em civis em Cabo Delgado

Mocímboa da Praia (IKWELI) – Os terroristas voltaram a tirar vida de civis na aldeia N’jama, distrito de Mocímboa da praia, no último sábado, no mesmo dia em que o país curvou para celebrar os 47 anos da independência nacional.

É o mesmo que dizer, celebrar a independência sem paz efectiva, no mesmo dia em que Moçambique celebra a sua liberdade do jugo colonial português, parte do país chora por vidas, em resultado de persistentes ataques terroristas.

No total, três pessoas foram mortas e outras quatro ficaram gravemente feridas, depois de que uma viatura minibus em que viajavam com destino a vila de Palma, com ponto de partida em Mueda-sede, foi atacada numa emboscada no último sábado.

Várias fontes, contactadas pelo nosso jornal, confirmaram e acrescentaram que as forças pró-governo já tinham sido despachadas para a zona em destaque, que desde a presença de tropas ruandesas não registava frequentes ataques terroristas. Não são conhecidos, ainda, os resultados da operação das forças governamentais.

Refira-se que, na sua intervenção, na cidade de Maputo, por ocasião dos 47 anos da independência, celebrados no sábado, o Chefe do Estado assegurou que nenhuma região está a ser controlada pelos terroristas na província de Cabo Delgado. “Apesar do registo de focos de ataques, não existe atualmente nenhuma povoação ou sede de posto administrativo nas mãos dos terroristas”, declarou. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui