“ESTAMOS AQUI E VAMOS COMEMORAR JUNTOS” – Albano Carige, edil da Beira sobre recepção e exposição do vestido arco-íris

0
179

Beira (IKWELI) – “A nossa presença neste evento é para dizer que estamos aqui e vamos comemorar juntos.” Estas são as palavras do Presidente do Conselho Autárquico da Cidade da Beira, Albano Carige, na manhã de hoje, 19, durante a recepção e exposição do “Amsterdan Rainbow Dress”, ou simplesmente vestido Arco-íris, que se encontra desde hoje naquela Cidade, no quadro das actividades comemorativas do Dia Internacional de Combate a Homofobia, 17 de Maio.

Para Albano Carige, participar daquele evento é importante porque “O Presidente municipal só existe porque existe a comunidade e, se as pessoas LGBT são parte dessa comunidade, então, o município tem a responsabilidade de juntar-se às efemérides desta comunidade”.

Sobre se existe algum trabalho do município da Beira no sentido de proteger os direitos da comunidade LGBT, do estigma e discriminação, Carige indicou não existir nenhum trabalho específico, isto porque, “todo aquele que é munícipe beirense tem o direito de ser protegido pelo município e não tem sido diferente para com os munícipes LGBT.”

Para a LAMBDA, segundo apontou Fau Mangore – Director Executivo Adjunto da LAMBDA, que se encontra também na Cidade da Beira, a disponibilidade do Governo municipal em participar ao mais alto nível nestas actividades, “tem um significado muito grande e representa um sinal inequívoco de que se reconhece a comunidade LGBT e as acções da LAMBDA, dentro do quadro de um trabalho de sensibilização e educação pública, cujo papel das instituições é de apoiar”, destacou.

Recorde-se, antes da cidade da Beira, o vestido arco-íris esteve durante 3 dias em Maputo e foi exposto na Fortaleza de Maputo e no campo do bairro da Mafalala, entretanto, nenhum desses momentos contou com a presença de algum representante do Governo municipal. Depois da cidade da Beira, o palco será a cidade de Nampula, no dia 22 de maio corrente.

O “Amsterdan Rainbow Dress” – é uma obra de arte em forma de vestido, com o objetivo de incentivar o debate e a conscientização sobre inclusão e igualdade de direitos em todo o planeta. É um vestido monumental com um diâmetro de mais de 16 metros. Composto pelas 71 bandeiras de países onde ser LGBT é punível por lei, incluindo oito países em que actos homossexuais podem resultar em pena de morte. O corpete do vestido é feito com a bandeira da cidade de Amsterdão, na Holanda. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui