Nampula: 11 crianças deslocadas de guerra passam dias difíceis no mosteiro Mater Dei

0
78

Nampula (IKWELI) – Um total de 73 (setenta e três) crianças, das quais 11 (onze) deslocadas em consequência do conflito armado terrorista que assola o norte e centro de Cabo Delgado, passam por dias difíceis no mosteiro Mater Dei que os acolhe nos arredores da cidade de Nampula.

O estabelecimento pertence a igreja católica, e segundo apurou o Ikweli, as crianças, neste momento, não dispõem de alimentação.

De acordo com a missionária Ermelinda Luciano, responsável pelo acompanhamento das crianças, com o conflito armado em Cabo Delgado, a procura por amparo naquele estabelecimento multiplicou, o que faz com que a capacidade de prover alimentação comece a ficar afectada.

“A situação que vivemos neste centro é difícil, principalmente por parte das crianças”, disse a fonte, explicando que “temos 11 crianças deslocadas do terrorismo em Cabo Delgado que estão aqui desde o mês de Junho do ano passado”.

A missionária acrescentou que “temos crianças doentes que precisam de alimentação, sobretudo a medicação, mas torna bastante difícil fazer face a situação, porque segundo a unidade sanitária mais próxima há falta de medicamentos”.

Para reverter a situação, as missionárias e as crianças com idade de trabalhar, tem se dedicado a prática da agricultura, de forma a produzir alimentos

Ainda diante destas dificuldades, o ensino e a aprendizagem continua garantido. “Todas as crianças que estão neste centro frequentam a escola para, pelo menos, terem um conhecimento para garantir um bom futuro delas”. (Nelsa Momade *Foto ilustrativa)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui