África do Sul procura fortalecer cooperação nas áreas económicas com Moçambique pós-covid-19

0
94

Nampula (IKWELI) – O Alto Comissariado da África do Sul em Moçambique pretende reforçar a cooperação na área económica com a República de Moçambique, com vista a recuperação da economia dos dois países vizinhos afectada pelos impactos da pandemia da covid-19.

Na semana finda, uma equipa do Alto Comissariado da República da África do Sul em Moçambique esteve na província de Nampula, a mais populosa do país, onde manteve encontros com diferentes instituições, dentre governamentais, académicas, políticas, assim como de comunicação social, para se inteirar da situação política e económica daquela parcela no norte de Moçambique.

“Uma das razões da nossa vinda aqui, na província de Nampula, é para apreciarmos a situação da covid-19, porque a experiência diz-nos que, a pandemia da covid-19 declinou a actividade económica, tanto em Moçambique assim como na África do Sul”, disse Puleng Chaba, Conselheiro Político e Chefe-adjunto de Missão.

“Tivemos encontros com as autoridades governamentais da província onde identificamos os mútuos benefícios entre os dois países, e tentarmos ressuscitar o lado da economia, durante este ano. Mais tarde, gostaria que houvesse, também, uma cooperação entre os dois países para vermos se podemos subir a economia de Moçambique e da África do Sul”, frisou Puleng Chaba reiterando que, “talvez dentro deste ano houvesse mais uma cooperação nesse âmbito de ressuscitar a economia entre os dois países”.

Igualmente, Puleng Chaba disse que no encontro que manteve com o governador de Nampula, Manuel Rodrigues, passou-se em revista o sector de agricultura onde urge a necessidade de se cooperar, para a garantia de produção e produtividade de alimento para a segurança alimentar.

“No sector de agricultura nós fizemos enfâse a produção do algodão, da castanha de caju e de tabaco”, disse, enfatizando que “Nampula não vai ser apoiado isoladamente. Nampula vai ser apoiado no Moçambique no seu todo. O objectivo desta cooperação no sector de agricultura é garantir a produção de alimentos com vista a assegurar a segurança alimentar entre os dois países e na região. Quando falo de segurança alimentar é apenas um exemplo, porque haverá, também, algumas investigações noutras áreas que precisam de cooperação”, precisou Puleng Chaba.

De referir que o Jornal Ikweli foi um dos órgãos de comunicação social visitado pelo Alto Comissário da África do Sul em Moçambique. Durante a visita ao nosso jornal, inteirou-se dos trabalhos e linha de acção do Ikweli, enquanto um órgão independente, sedeado na desafiante e mais populosa província no território moçambicano.

“Também, tivemos encontro com académicos que nos irão assistir na área política e económica em Moçambique, de modo em particular na província de Nampula”, acrescentou Puleng Chaba. (Constantino Henriques)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui