Eni e República de Moçambique acordam iniciativas conjuntas para a produção de matéria prima para biocombustíveis

0
113

San Donato Milanese (IKWELI) A Eni e o Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural da República de Moçambique (MADER), através do Instituto do Algodão e Oleaginosas de Moçambique, IP (IAOM), celebraram no passado 28 de Fevereiro findo um acordo de cooperação e desenvolvimento de projectos agrícolas em Moçambique, com o objectivo de produzir sementes oleaginosas e óleos vegetais que serão usados como matéria prima para a produção de biocombustíveis.

Com base neste acordo, a Eni e o MADER vão identificar potenciais locais e culturas apropriadas para a produção de oleaginosas e óleos vegetais, com maior foco para as áreas consideradas não competitivas para a produção de alimentos e tendo em consideração a preservação das florestas e dos ecossistemas naturais. As outras iniciativas incluem a recolha e valorização de resíduos agrícolas e de agro-processamento, de produtos e co-produtos para a produção de matéria prima e soluções naturais de carbono.

A assinatura deste acordo vem dar seguimento ao Memorando de Entendimento assinado entre a Eni e o Governo de Moçambique em Outubro de 2019, com vista a definição conjunta de projectos de desenvolvimento sustentável e descarbonização, para apoiar a Agenda Nacional e Local de Desenvolvimento Económico e Social do país e enquadra-se no compromisso da Eni de acelerar a transição energética nos países produtores de combustíveis fósseis, promovendo a integração do continente africano na cadeia de valor dos biocombustíveis, através de iniciativas de agronegócio e desenvolvimento industrial, destinadas à produção de biocombustíveis avançados que vão ajudar na descarbonização do sector de transportes e na promoção de oportunidades de desenvolvimento. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui