Ossufo Momade condena invasão militar russa à Ucrânia

0
165

Maputo (IKWELI) – O Presidente do partido Renamo, Ossufo Momade, é a primeira voz moçambicana oficial a tomar posição em relação a invasão militar russa à Ucrânia, e como tal condena a acção.

Em comunicado enviado a partir de Maputo, Momade diz que “o Partido RENAMO e eu Próprio, temos vindo a acompanhar com imensa preocupação desde a madrugada da quinta-feira última as ofensivas militares perpetradas pela Rússia contra um Estado Soberano, a Ucrânia. Porque a Renamo e o seu Presidente são pela Paz, não só em Moçambique, mas no Mundo inteiro, apela ao bom senso á suspensão imediata a invasão e a retirada incondicional das tropas Russas da Ucrânia para que se retome as negociações conducentes a uma solução diplomática tomando como base os Acordos de Minsk”.

“É inconcebível e lamentável que num mundo moderno em que vivemos e em pleno Século XXI, e em quase 31 anos após a Guerra Fria, o Mundo esteja a testemunhar uma Guerra de invasão a um outro Estado, em que seja qual for a motivação, causa mortes, viola os Direitos Humanos, Direito Internacional, destrói infraestruturas e a soberania de uma Nação”, lamenta Ossufo Momade, apresentando que “a nossa visão, é que cada Estado Soberano, tem o direito e dever de escolher os seus aliados sem interferência externa, sobretudo quando essa aliança não põe em causa segurança nacional e Mundial”.

Por outro lado, o político defende o diálogo como o caminho ais viável para a resolução de conflitos e diferenças.

Até ao momento, de acordo com as Nações Unidas, a guerra na Ucrânia já provocou mais de 368 mil deslocados, e nesta segunda-feira iniciam, oficialmente, as conversações entre os dois países. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui