Malema: inundações deixam ao relento perto de 70 famílias

0
103

Nampula (IKWELI) – As inundações que afectaram o distrito de Malema, em Nampula, durante a semana passada afectaram, pelo menos, 69 famílias, cujas casas desabaram em consequências das águas que galgaram do rio que atravessa a vila sede.

De acordo com Morchido Momade, administrador de Malema, o governo viu-se obrigado a criar 3 centros transitórios de acomodação, para garantir que as 950 pessoas afectadas pudessem ter aconchego.

“Eram três centros e um, que acomodava 50 famílias, já foi desactivado no último sábado”, garantiu o dirigente, assegurando nesta segunda-feira “os outros dois, que acomodam 8 e 5 famílias, respectivamente, serão desactivados”, porque “o governo conseguiu emprestar casas estas famílias”, no sentido de que “as escolas não estejam sufocadas e o ano lectivo não seja comprometido”.

Em relação a perdas, a nossa fonte confirma que, para além dos bens que estavam no interior das casas destruídas, pelo menos, “trinta hectares ficaram afectados”.

Para evitar situações futuras, Momade assegura que as famílias irão receber talhões na zona da Pedreira, portanto, uma zona segura.

“Graças a Deus tivemos muito apoio. O INGD forneceu cerca de duas toneladas de produtos diversos”, diz o administrador de Malema, concluindo que “também, tivemos muito apoio dos agentes económicos locais, tanto que mesmo antes do INGD chegar os centros já dispunham de comida, por isso queremos agradecer o apoio de todos”. (Aunício da Silva)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui