Angoche: traficantes transacionam haxixe em recintos escolares

0
134

Angoche (IKWELI) – O tráfico de haxixe e outro tipo de drogas na cidade de Angoche, a sul da província de Nampula, continua a ser marcado por novo modus operands, e as transações começam a ser feitas em diferentes pontos.

Uma equipa de investigadores do Ikweli, em Angoche, flagrou uma transação que estava sendo feita no recinto da Escola Primária do 1° e 2° Grau de Mussoriri, no emblemático bairro de Ínguri.

Uma fonte que tem assistido, recorrentemente, os movimentos, contou que “tem sido possível notar que naquela escola, nas noites, há movimentos estranhos”, prosseguindo que “as viaturas, de pequeno porte, começam a chegar depois das 16h e ficam no local até de madrugada que vão chegando outros carros, e daí começa o processo de carregamento”.

Igualmente, nossas fontes em Angoche asseguram que “como tem havido algum movimento de polícias no porto, eles estão a mudar de táctica, porque continuam a receber muita droga da ilha Yatá”.

Durante as férias lectivas, a Escola Primária do 1° e 2° Grau de Mussoriri foi, seguramente, tal como nos confidenciaram usada pela vantagem da sua localização que não é de fácil acesso e chama pouca atenção.

É na mesma escola onde foram capturados, indiciados de envolvimento no tráfico de drogas, agentes da polícia municipal de Angoche e da Polícia da República de Moçambique. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui