Home ACTUALIDADE Nampulenses já não confiam no Gilberto Mendes

Nampulenses já não confiam no Gilberto Mendes

0
216

Nampula (IKWELI) – Os desportistas de Nampula, no norte de Moçambique, dizem não esperar que as promessas feitas pelo Secretário de Estado de Desporto (SED), Gilberto Mendes, sobre a melhoria de condições para a massificação do desporto naquela parcela moçambicana, venham a ser concretizadas, numa altura em que o tempo corre para o término do presente mandato de governação.

A primeira passagem de Gilberto Mendes por Nampula, como governante, em princípios de Dezembro de 2020, foi considerada pelos desportistas de Nampula como sendo uma salvação, visto que, nos diferentes encontros que o Secretário de Estado de Desporto manteve com diversas agremiações desportivas, teria deixado promessas que visavam, acima de tudo, minimizar com os constantes problemas que minam o desenvolvimento do desporto na província mais populosa de Moçambique.

Especificamente, na ocasião, embora se tratasse de um período não eleitoral, Gilberto Mendes prometeu a instalação de várias infraestruturas desportivas, fornecimento de equipamentos desportivos, entre outras promessas.

Na escola secundária de Namicopo, por exemplo, onde o governante manteve um encontro com a direcção da escola, incluindo as atletas, que no mesmo ano participaram com êxito no campeonato nacional de basquetebol em juvenis feminino. Naquele estabelecimento de ensino, Mendes assegurou a instalação de um campo multiuso para acomodar as modalidades desportivas ali praticadas, o fornecimento de equipamento desportivo, quase para todas modalidades, principalmente o basquetebol e o andebol, dar bolsas de estudo para universidade às estudantes finalistas daquela escola e que estivessem a integrar a equipa de basquetebol.

“Nós vamos mandar para aqui equipamentos desportivos, esse equipamento vai chegar na próxima semana (depois do referido encontro), vamos mandar bolas, coletes e, gostaríamos, também, que introduzissem o andebol”, teria prometido o SED.

No rol das suas promessas, ao nível das associações provinciais, Gilberto Mendes prometeu tirá-las da sombra, através de construção de uma infraestrutura que pudesse acomodar todas as sedes das associações provinciais.

Paralelamente, o SED garantiu aos desportistas de Nampula, a recuperação do Estádio Municipal de Muhala que não reúne condições para a presença do público expectador. Ainda no capítulo das infraestruturas, o governante teria prometido ao Sporting Clube de Nampula a colocação da relva no campo dos leões, localizado no bairro de Namutequeliua, nos arredores da Cidade de Nampula.

Entretanto, volvido mais de um ano, nenhuma promessa do dirigente foi concretizada, o que remete aos desportistas daquela parcela moçambicana a entrar no mundo das desconfianças de que as mesmas venham a ser materializadas. Aliás, segundo apuramos, em relação a Escola Secundária de Namicopo, das promessas, Mendes conseguiu mandar, apenas, 10 bolas de basquetebol e 14 coletes.

“O Secretário de Estado, na pessoa de Gilberto Mendes, esteve cá, ele prometeu que iria relvar o campo do Sporting ma até então não vimos. Pediram para que a gente fizesse um projecto de formação e do campo, fizemos, mas não temos resposta, já passa um ano”, começou por dizer Mussito Júnior, momentos após sua reeleição a cargo de presidente do Sporting Clube de Nampula.

Para Mussito Júnior, “é triste porque todo mundo que está no Moçambola quando vem jogar com o Ferroviário de Nampula ou de Nacala usam o campo de Namutequeliua, porque o Ferroviário de Nampula não deixa. Tem uma escola que está por perto do nosso campo, usam, também, o nosso campo. A Associação Provincial de Futebol quando tem seus torneios, também, usa o nosso campo, o governo da província de Nampula, também, usa o nosso campo, liga feminina de futebol também usa o nosso campo, por isso o governo da nossa província tinha que fazer alguma coisa”, disse, rematando que “nós estamos à espera do senhor Secretário do Estado, porque ele prometeu que iria relvar o nosso campo”. (Constantino Henriques)