Mueda: militares amarram jovem por lhes negar pagar bebida alcoólica

0
165

Mueda (IKWELI) – Um grupo de cinco militares das Forças Armadas de Moçambique é apontado como tendo maltratado, no dia 31 de Dezembro de 2021, um jovem de 32 anos de idade, alegadamente por ter recusado pagar bebida alcoólica.

Segundo apuraram os nossos correspondentes locais, a vítima é deslocada da guerra que assola Cabo Delgado, e é proveniente do distrito de Mocímboa da Praia, estando a residir no bairro Rovuma, nos arredores da vila de Mueda.

Na sequência, o jovem terá ficado amarrado por um período de pouco mais de duas horas, e a restituição da sua liberdade foi mediante pagamento de valores monetários.

No local, fontes que assistiram o infortúnio asseguraram que o jovem estava sendo ameaçado no sentido de que lhe levariam ao quartel, sob pretexto de ser colaborador de terroristas.

“Ele pagou 300,00Mt (trezentos meticais) para ser solto, senão estava muito mal”, disse uma das fontes.

Em Mueda, de acordo com relatos, são frequentes situações em que militares moçambicanos são acusados de extorquir cidadãos deslocados do distrito Mocímboa da Praia, depois de ameaças de alegada pertença ao grupo de terroristas. (Redação *Foto ilustrativa)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui