Praga afecta cultura do tomate em Malema

0
129

Nampula (IKWELI) – A produção de tomate no distrito de Malema, no norte de Moçambique, está sendo afectada por uma praga que pode comprometer a produtividade desta cultura.

A cidade de Nampula, e outros pontos de referência da mais populosa província de Moçambique, é abastecida por produtos vindos, também, daquele distrito, e esta situação pode comprometer, contando que o preço deste produto tende a aumentar na circunscrição.

António do Rosário, dos Serviços Distritais de Actividades Económicas (SDAE) de Malema, conta que o distrito, assim como a província, não dispõe de pesticidas sintéticos e apropriados para fazer face as pragas. “Nós não temos pesticidas sintéticos aqui a nível do distrito e da província, é um pesticida convencional, que quando é posto no solo ele se alastra e acaba controlando rapidamente esta praga”, disse.

“O ataque de pragas na cultura do tomate é uma realidade”, diz Do Rosário, procurando explicação no facto de essas pragas terem passado da cultura do tabaco que outrora era abundantemente praticada naquele distrito, porque “os tomateiros sofrem as mesmas doenças do tabaco, e isso não começou esse ano, esta desde há muito tempo”.

Para minimizar as pragas, de acordo com o nosso entrevistado, o conselho é no sentido de os produtores pautaram por rega intensiva, “porque estas pragas vivem no solo e destroem as raízes. Quando o solo é mais emudecido, as pragas não conseguem deslocar-se para atacar outras plantas que estiverem em volta daquela que está a ser atacada”.

Igualmente, a outra recomendação, cientificamente, aceitável é a rotação de culturas, para evitar que as pragas perdurem de campanha para campanha. “Temos formas de despistes que é a rotação de culturas. Se essa campanha nós fazemos a cultura de tomate, próxima campanha devemos cultivar outro tipo de semente que não seja atacável com estas pragas”. (Hermínio Raja)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui