Angoche: detido agente da polícia comunitária por envolvimento no tráfico de drogas

0
241

Angoche (IKWELI) – Um membro do policiamento comunitário do mítico bairro de Ínguri, no distrito de Angoche, encontra-se sob custódia policial desse o último sábado (4), indiciado de envolvimento no tráfico de haxixe.

Segundo nossas fontes em Ínguri, o indiciado é tido como sendo um dos facilitadores nos esquemas de acesso e transporte da droga.

Contactos próximos ao detido, indicam que “ele [o detido], dessa vez, não quis partilhar os rendimentos com membros da Polícia da república de Moçambique (PRM)”, tanto que “essa droga não era do circuito regular, porque ele capturou um individuo que tinha a droga e ele levou para ele e não quis partilhar com o grupo dele”.

Um jovem de Ínguri contou ao Ikweli que o detido teria telefonado para uma pessoa próxima a pedir para “alugar a casa porque estavam sendo procurado pela polícia e que não podia ficar na casa dele”.

Igualmente, os nossos contactos afirmam que um outro cidadão, por sinal religioso (Sheik Essumaila), encontra-se foragido há duas semanas por estar a ser procurado pela Polícia em consequência do seu envolvimento no tráfico de drogas naquele ponto de Nampula.

O Sheik Essumaila, segundo apuramos, teria actuado de forma ingénua, o que propiciou a desconfiança das autoridades, e segundo contam “ele recebeu muito dinheiro na sua conta bancária, e quando foi solicitado pelo banco para justificar a proveniência do dinheiro pôs-se em fuga”.

Nessas circunstâncias, após a fuga, o referido Sheik ter-se-á dirigido a cidade de Nampula, onde um grupo desconhecido o esperava. E a família afirma que depois dele se encontrar com o referido grupo perdeu-se a comunicação com ele.

 

São 4 detidos

Em contacto telefónico com o comandante distrital da Polícia da República de Moçambique (PRM) de Angoche, Cesarito Rumia, confirmou a detenção de 4 indivíduos, precisamente um agente da corporação, um membro da polícia municipal e dois civis.

Rumia não se refere a detenção do membro do policiamento, e faz acreditar que seja um dos civis a contas com a corporação.

A fonte não deu mais detalhes sobre a detenção, mas deixou claro que outras poderão acontecer em breve. (IKWELI)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui