1971 – 2021: Adeus Eng. Sande

0
191

Nampula (IKWELI) – Perdeu a vida na manha do último sábado (4) o director do Serviço Provincial do Ambiente de Nampula, Luís Tomás Sande, momentos após participar de uma partida amigável de futebol salão.

Com 50 anos de idade, Sande era um dos membros mais notórios dos Conselho dos Serviços de Representação do Estado em Nampula, bem como um acérrimo combatente na preservação do meio ambiente.

Nascido a 1 de Junho de 1971 na cidade de Chimoio, província de Manica, o malogrado era casado e pai, mas na sociedade nampulense era parente de todos, e a sua morte súbita deixou de rastos amigos, familiares e colegas de trabalho.

O engenheiro Luís Tomás Sande chegou a Nampula como chefe dos Serviços Provinciais de Florestas e Fauna Bravia, e mais tarde viria a acumular com a função de director provincial adjunto do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral, até a sua nomeação ao cargo de director do Serviço Provincial do Ambiente, no novo paradigma da governação no país.

Ao certo, até ao fecho desta edição, ainda não se conheciam as reais causas que o levaram a morte, mas contam as pessoas que estiveram presentes no momento que “terminamos de jogar. Quando saímos fora ele [o malogrado] quase ia tropeçando em um degrau, mas lhe seguramos. Dai começou a convulsionar, quando chegamos ao hospital já era tarde”.

O Conselho dos Serviços de Representação do Estado, através do gabinete do Secretário de Estado na província, Mety Gondola, emitiu uma nota necrológica ao fim do mesmo sabendo, onde lamenta a perda de um dos seus melhores quadros. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui