Fome mata mulher de 50 anos em Mogovolas

0
294

Nampula (IKWELI) – Uma mulher, que se presumi ter cinquenta anos de idade, perdeu a vida na semana passada no distrito de Mogovolas, na província de Nampula, no norte de Moçambique, sendo a fome apontada como a principal causa do óbito.

A informação foi tornada pública nesta segunda-feira (08) pelo Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nampula, através do respectivo porta – voz, Zacarias Nacute, durante a habitual actualização semanal sobre os trabalhos operativos da corporação, referente a semana de 29 de Outubro a 4 de Novembro do ano em curso.

Zacarias Nacute não avançou a identidade da vítima nem o local específico onde residia a referida senhora, porque, segundo disse, a informação que recebera dos seus colegas em Mogovolas não trazia detalhes.

“Durante a semana em causa tivemos um caso de corpo sem vida. Tratou-se de uma cidadã de 50 anos de idade e após fazer-se exames cadavéricos presumiu-se que tenha perdido a vida por casos naturais, particularmente, por causa da fome”, começou por informar Zacarias Nacute, porta – voz da PRM em Nampula.

Quando questionado se a referida senhora vivia sozinha ou não, Nacute respondeu que “até o momento que foi elaborado este relatório a informação que a polícia tinha era só de uma senhora que se encontrava sozinha no local, por sinal na sua residência onde acabou perdendo a vida por conta da fome. Não houve outros detalhes sobre o caso, porque após a tomada de conhecimento do caso a polícia removeu o corpo a morgue para que pudesse conservar o corpo até que se ache alguém responsável ou então possa-se proceder com outras acções que são propriamente dirigidas através do hospital local”.

“Sempre que há corpos sem vida, a equipa da PRM vai acompanhada pelos membros do SERNIC e da medicina legal onde logo a prior faz-se o exame cadavérico daí que presumisse que tenha perdido a vida por causa da fome”, reiterou a fonte.

Por outro lado, quando confrontado pelos jornalistas em Nampula sobre se Mogovolas voltou a registrar bolsas de fome, Nacute foi cauteloso na resposta e precisou que “a polícia lida mais com questões de ordem e segurança pública. Essa é uma questão que nos foi facultada através dos médicos legistas, porque a polícia não tem formação para determinar o óbito, então existem equipas competentes para isso que foram eles que determinaram que presumivelmente tenha perdido a vida por conta da fome e é isso que nós constamos nos nossos relatórios porque os especialistas da área é que nos informaram. Agora quanto outras questões não estou capacitado para dizer”.

Outras incidências da semana passada

Durante a semana em alusão, Zacarias Nacute fala da detenção de quarenta e dois (42) indivíduos por seu envolvimento em diversos actos criminais perpetrados toda província.

“Quanto a resposta policial face a incursão dos criminosos a nível da nossa província, 42 indivíduos foram detidos destes oito estiveram envolvidos nos crimes registados ao nível da semana e os restantes nas diversas operações levadas a cabo pela força, onde podemos destacar três cidadãos que foram encontrados na área da quarta esquadra (na cidade de Nampula) com diversos bens de proveniência duvidosa e um cidadão na província de Rapale que foi neutralizado na posse de uma nota de mil meticais (1000.00MT) falsa. Dos bens recuperados temos a destacar uma motorizada, um computador e dois televisores e outros diversos bens de género alimentícios e de vestuário”, disse Nacute.

“No cumprimento do plano operativo que visam a garantia da ordem e tranquilidade públicas em várias áreas, contando a segurança pública propriamente dita, investigação criminal e a circulação de estrangeiros na nossa província, seiscentos e setenta e quatro (674) cidadãos foram interpelados desses nove cidadãos de nacionalidades estrangeiras diversas”, referiu a fonte que, inclusive, fala da morte de um cidadão no distrito de Malema, vítima de ataque pelo crocodilo, assim como uma menor de seis anos que morreu no distrito de Nacala-a-velha, vitima de afogamento.

Ainda na semana passada, em conformidade com PRM em Nampula, houve o registo de dois acidentes de viação, ocorridos nos distritos de Nampula e Nacarôa. Aponta-se como causa dos referidos acidentes. Trata-se dos acidentes do tipo atropelamento carro – peão, e o choque da viatura contra obstáculo fixo. Apontam-se como causa dos sinistros, a deficiência mecânica e excesso de velocidade. (Constantino Henriques)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui