ADIN entrega componente de formação à UniLúrio

0
309
UniLúrio e ADIN

Nampula (IKWELI) – A Universidade Lúrio (UniLúrio) passa a ser a entidade de referência para a formação de recursos humanos na região norte de Moçambique, no âmbito das acções desenvolvidas pela Agência de Desenvolvimento Integrado do Norte (ADIN).

Com efeito, as duas instituições rubricaram um memorando de entendimento, com a vigência de cinco anos, na última sexta-feira (20), na cidade de Nampula.

De acordo com Leda Hugo, Reitora da UniLúrio, esta parceria vai impulsionar o desenvolvimento das actividades investigações científicas, extensão e desenvolvimento tecnológico de transferência de tecnologias, bem como a transformação de quadros.

“A parceria que estabelecemos, hoje, permitirá as nossas instituições responderem aos condicionalismos generalizado à crise socioeconómico, sobretudo, assegurar a funcionalidade das instituições e uma rápida resposta aos anseios das populações afectadas pelo terrorismo na província de Cabo Delgado”, disse a reitora, para quem “o nosso papel como universidade é participar no desenvolvimento dos recursos humanos, na integração técnica tecnológica dos projectos de desenvolvimento e na recuperação de recursos humanos dentro das nossas capacidades e sinergias”.

Igualmente, “a UniLúrio faz dos desafios da ADIN parte das suas responsabilidades. Haverá projectos. Até porque, há alguns projectos como a nossa Faculdade de Engenharia que está na cidade de Pemba, onde estamos envolvidos na implementação do projecto Mais Emprego e a nossa responsabilidade é participar na formação técnica e tecnológica para a integração de jovens moçambicanos em situação de vulnerabilidade para a aumentar a sua empregabilidade nos vários de desenvolvimento que estão em cursos em Cabo Delgado e nas regiões onde este desenvolvimento tem impacto”, explicou.

O Ikweli soube, no local, que a parceria entre a Universidade Lúrio e a Agência de Desenvolvimento Integrado do Norte vai abrir o espaço de oportunidades de formação e capacitações técnicas, bem como laboratoriais aos estudantes vulneráveis dos ataques terroristas de Cabo Delgado, e a criação de estágios e trabalhos de investigação nas áreas de interesse da ADIN e, nos campus da Universidade, criar-se um espaço de referência da agência.

“A UniLúrio, como qualquer instituição de formação superior, faz parte deste instrumento importante na vida das comunidades, no caso concreto da formação do homem. Nós falamos da necessidade de criação de emprego para jovens e o seu envolvimento nos processos de desenvolvimento, mas esses jovens precisam de serem formados e terem um conhecimento técnico-científico”, disse Armindo Ngunga, director da ADIN.

Para Armindo Ngunga, os desafios de reconstrução das zonas afectadas pelos ataques terroristas, entre outros aspectos que retardam o desenvolvimento no norte do país, podem ser resolvidos pelas instituições de ensino, razão pela qual, a importância de envolver a Universidade Lúrio neste horizonte.

Segundo Ngunga, “a ADIN precisa de levar a mesa assuntos que afectam a nossa população, nós identificamos, por exemplo, a questão de infra-estruturação das aldeias rurais, como sendo um dos aspectos muito importante. Por isso, uma parceria entre a ADIN e uma universidade como a UniLúrio é uma parceria muito natural, até porque a universidades precisam do espaço onde nós actuamos”. (Esmeraldo Boquisse)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here