Muahivire já não pertence a Muhala

0
319

Nampula (IKWELI) – O Bairro de Muahivire, na cidade de Nampula, norte de Moçambique, foi elevado à categoria de posto administrativo nesta terça-feira (15), durante o decurso da 2ª sessão ordinária da Assembleia Municipal daquele que é considerado o terceiro mais importante centro urbano do país.

Com a elevação do bairro de Muahivire para Posto Administrativo municipal, a cidade de Nampula passou dos anteriores seis postos administrativos para sete. Segundo apuramos, pretende-se com a ideia de elevar Muahivire a esta categoria, reduzir a distância que, actualmente, é percorrida pelos munícipes residentes naquela circunscrição geográfica para ter acesso a sede do posto administrativo de Muhala, no qual fazia parte, para a resolução dos seus problemas do dia-a-dia.

“É para respondermos as inquietações, as reclamações dos nossos munícipes, porque o bairro em si quase é um distrito inteiro e havia dificuldades de movimentação para irem a Muhala para tratar seus expedientes, então, com esta aprovação queremos reduzir as distâncias percorridas pela população”, disse a imprensa, Paulo Vahanle, autarca de Nampula.

Questionado sobre se estão criadas ou não as condições para o funcionamento normal de Muahivire como posto administrativo municipal, Paulo Vahanle respondeu que “as condições existem, porque o município tem técnicos, o município tem pessoas qualificadas para tal e lá tem infra-estruturas mínimas. O que falta é estender outras construções naquelas que eram simples células, já que é um posto administrativo, então transformar em localidade, há condições sim e há orçamento para isso porque o pessoal que vai trabalhar já está no município, já tem salário garantido, simplesmente é só colocar as pessoas a funcionar”.

Entretanto, Paulo Vahanle não avançou com a exactidão sobre quando Muahivire passará a funcionar na íntegra como posto administrativo, mas não descarta a possibilidade de que o acto seja concretizado no dia do aniversário da urbe, a assinalar-se no próximo dia 22 de Agosto do ano em curso, enfatizando que “vai levar algum tempo, porque para organizar tudo isso haverá uma cerimónia em que vamos empossar as estruturas competentes para responder aquele posto, mas, neste momento, há condições mínimas para pormos a funcionar o posto administrativo de Muahivire”.

Para a elevação de Muahivire a categoria de posto administrativo municipal, as três bancadas que constituem a Assembleia Municipal de Nampula, nomeadamente, Renamo, Frelimo e MDM, aprovaram por unanimidade a proposta da edilidade chefiada por Paulo Vahanle, proposta de autonomização do bairro de Muahivire e elevação a posto administrativo.

Para Pedro Kuylumba, chefe da bancada da Frelimo, não havia espaço para a rejeição da elevação de Muahivire a um posto administrativo, uma vez que reúne requisitos plasmados pela lei. Aliás, segundo recordou, mesmo nos tempos em que o seu partido conduzia os destinos dos nampulenses, foi expressa a mesma intenção que fracassou por razões adversas. “Esta proposta de elevação, autonomização do bairro de Muahivire em Posto administrativo é bem-vinda, porque é nossa proposta, de facto, aprovamos proceder com a aprovação desta proposta porque nós vamos trazer os serviços básicos dos munícipes a este território, portanto, é uma boa renovação da nossa proposta em autonomizar este bairro”, precisou Pedro Kuylumba.

Por seu turno, Salimo Paulino, chefe da bancada da Renamo, precisou que a elevação de Muahivire para Posto administrativo, “não é só um ganho da Renamo, é um ganho dos munícipes de Nampula residentes no bairro de Muahivire. Nós vamos ver a dimensão do posto de Muhala, você vive em Muahivire na zona de Muegane, lá é longe do posto administrativo e isso significa que uma vez aprovado a favor, essa proposta, é um ganho do povo”.

“A bancada do MDM, minha bancada, está satisfeita com a autonomização do bairro de Muahivire em posto administrativo, mas, portanto, não deixa de recomendar para que tudo que está escrito neste documento seja materializado. Isto é, seja matéria de implementação de tudo aquilo que está escrito neste documento, porque isso se não acontecer não será um posto administrativo”, disse Aiupa Nacozeria, membro da bancada do MDM.

Com uma população estimada em mais de 67.000 habitantes, o posto administrativo de Muahivire é constituído por três bairros nomeadamente, Muahivire que terá como unidades comunais, Gorongosa, Muetasse, Muacothaia, Namuatho C e Muegane; bairro de Namiteca, também com cinco unidades comunais destacadamente, Namiteca, Elipisse, Mucuache, Teacane e Malelane e, o bairro de Mutotope com três unidades comunais, 7 de Setembro, Napacala e Nanuco.

Outro dado não menos importante, é que Muahivire possui, entre outros importantes estabelecimentos, duas escolas secundárias, nomeadamente Escola secundária 22 de Agosto e Escola Secundária de Maparra, para além do maior centro de instruções Militares (Academia Militar de Nampula), sem descurar uma das importantes paróquias da Igreja católica, a paróquia Santa Cruz. (Constantino Henriques)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here