Motoristas usam meios da edilidade para fazer “boladas” em Nampula

0
294

Nampula (IKWELI) – O Presidente do Conselho Autárquico da Cidade de Nampula, Paulo Vahanle, denunciou, nesta semana, a existência de funcionários confiados aos trabalhos de recolha de resíduos sólidos que, ao invés de fazer apenas a sua tarefa, usam os camiões da instituição para fins particulares como o transporte de areia, pedras e outros materiais com destino a casas de alguns munícipes em troca de valores monetários.

Segundo o autarca, esta prática por vezes tem resultado em acidentes que nalgum momento prejudicam as viaturas e retardam aquilo que é o seu trabalho destinado, a recolha de resíduos sólidos e como prova, falou de um camião da instituição que capotou em Natikiri, e depois de algumas investigações apurou-se que afinal de contas o mesmo ia abastecer areia a um munícipe naquela zona em troca de valores.

“O município tem envidado esforço no sentido de adquirir equipamentos, mas os nossos munícipes em coordenação com os nossos funcionários têm enveredado a situações que não são muito correctas, eles contactam os nossos motoristas para a aquisição de areia e de outros materiais e em consequência, assistimos muitos acidentes fora do circuito normal do trabalho”, disse Vahanle.

Na mesma ocasião, o Presidente do Município afirmou que com este comportamento, será obrigado a expulsar aqueles funcionários que forem encontrados a desviar-se daquilo que é o seu trabalho de rotina para fins particulares, e apelou aos munícipes para não aliciarem estes trabalhadores para evitar problemas.

“Nos próximos dias, nós como Conselho Municipal, somos obrigados a despedir alguns funcionários com este comportamento desviante. Apelar aos munícipes que não usem esses serviços para casos particulares porque isso para além de prejudicar os próprios motoristas que serão expulsos depois da descoberta, também vai afectar o Município e os munícipes porque caso aconteça um acidente que possa estragar a viatura, é o processo de recolha de lixo que estará comprometido e o mesmo munícipe estará a reclamar que a edilidade não trabalha sabendo que é o mesmo que estragou o camião para o efeito”, concluiu. (Alfredo Célia)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here