Home ACTUALIDADE Ferroviário de Nampula continua sem vencer, mesmo com a mudança de treinador

Ferroviário de Nampula continua sem vencer, mesmo com a mudança de treinador

0
159

Nampula (IKWELI) – O Ferroviário de Nampula continua a somar derrotas no campeonato nacional de futebol, o Moçambola da presente temporada futebolística, mesmo com a mudança da equipa técnica por, alegadamente, maus resultados.

No último domingo (16), o Ferroviário de Nampula, um dos representantes da província mais populosa de Moçambique no Moçambola, deslocou-se a Incomáti, onde sofreu a 5ª derrota no campeonato, desta feita por 1-0, em partida da sexta ronda da competição.

Trata-se da primeira humilhação do mister Artur Macassar (Turito) como técnico principal dos autoproclamados Axinenes de Nampula (os donos de Nampula), dado que nas jornadas anteriores dirigia a equipa na qualidade de auxiliar de Chaquir Bemat, demitido na semana passada.

Com o desaire, o Ferroviário de Nampula continua na zona mais perigosa da tabela classificativa (13º lugar) com os anteriores três pontos, à frente apenas do outro aflito, Matchedje de Mocuba.

Ferroviário de Nacala evita o azar e bate a Liga Desportiva de Maputo

A contar para a mesma ronda, o Ferroviário de Nacala, outro representante da província na maior prova futebolística nacional, recebeu e derrotou no estádio 25 de Junho, na cidade de Nampula, a equipa da Liga Desportiva de Maputo por 1-0.

Foi um encontro em que a equipa comandada pelo jovem treinador, Antero Cambaco, entrou a assumir o protagonismo dentro das quatro linhas, criando sufoco para o adversário. Por conta disso, aos 15 minutos da primeira parte, o malawiano Ndazione anotou o único tento que valeu os três pontos para os locomotivas da zona económica especial.

Depois daquele acontecimento, as acções dos treinados de Dário Monteiro começaram a se sentir no Santuário 25 de Junho. Aliás, aos 17 e 18 minutos da etapa inicial, a Liga Desportiva de Maputo teve duas flagrantes oportunidades de empatar a partida, não fosse a heroicidade de Nando, guarda-redes do Ferroviário de Nacala.

Na segunda metade da partida, a Liga Desportiva de Maputo entrou melhor a atacar, como a única forma de evitar o desaire em solos alheios, mas, tal feito não aconteceu porque o Ferroviário de Nacala vedou todas as linhas de golos a partir da sua linha limite da grande área. Aliás, um dos únicos “furos” que a Liga conseguiu foi nos instantes finais da partida, num remate do jovem Ivan Mário, que acabava de entrar. Foi uma bomba que provou, mais uma vez, a eficácia do guarda-redes Nando, naquela tarde desportiva, ao sacudir a bola para fora do perigo.

“Entramos mal no jogo, alguns jogadores da nossa equipa não estiveram bem como esperávamos, mas isso não tira mérito à exibição que o Ferroviário de Nacala fez. Na segunda parte encaixamos melhor, criamos oportunidades, infelizmente não conseguimos converter. Quem marca é quem ganha, o Ferroviário de Nacala marcou e está de parabéns”, analisou o mister Dário Monteiro, treinador da Liga Desportiva de Maputo, escusando-se a comentar a actuação da equipa de arbitragem chefiada por Ândilo Mamudo.

Para Antero Cambaco, treinador do Ferroviário de Nacala, “uma primeira parte onde conseguimos fazer um golo de belo efeito, com construção, jogadas combinadas e boa organização de jogo e com situações planeadas. Agora, na segunda parte, realmente eu tinha pedido a equipa para não desse iniciativas ao adversário, fossemos mais pressionantes, se calhar a equipa da Liga com jogadores móveis, também tem sido apanágio daquilo que são minhas dificuldades, eu tinha que criar situações que não pudesse facilitar ao adversário”, referiu o timoneiro.

Outros resultados da jornada 6 do Moçambola, o Ferroviário de Lichinga aplicou uma pesada derrota a equipa do Matchedje de Mocuba por 4-0, partida disputada em Lichinga. A Associação Black Bulls derrotou o Desportivo de Maputo por 3-0 e consolidou a liderança do campeonato, agora com 16 pontos. Ferroviário da Beira 3-1 Associação Desportiva de Vilankulos, por sua vez, o Textáfrica de Chimoio consentiu um empate caseiro, a uma bola, diante da União Desportiva do Songo. (Constantino Henriques)