Detida tanzaniana que lidera garimpeiros ilegais no tráfico de rubis em Montepuez

0
56
Violação de direitos humanos em Namanhumbir

Namanhumbir (IKWELI) – O Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) deteve, no passado dia 22 de Abril, uma cidadã de nacionalidade tanzaniana acusada de liderar a rede de garimpeiros ilegais, que opera na área de concessão da Montepuez Ruby Mining (MRM).

Trata-se de Aisha Assumane, que residia, até à altura da sua detenção, na vila de Nanhupo, em Montepuez. Assumane foi detida na cidade de Montepuez.

A detenção de Assumane resulta do trabalho investigativo levado a cabo pelo SERNIC, na sequência da morte de dois garimpeiros ilegais, ocorrida a 02 de Abril corrente.

“A indiciada é apontada como uma das principais líderes da rede de garimpeiros ilegais em Montepuez e, igualmente, peça-chave no comércio ilegal de rubis”, refere um comunicado de imprensa distribuído pela assessoria de imprensa da MRM.

A mesma nota de imprensa esclarece que “a cidadã tanzaniana é acusada de chefiar o grupo do qual faziam parte os dois garimpeiros ilegais que perderam a vida na sequência do desabamento de uma mina artesanal na área de concessão da Montepuez Ruby Mining. Em vida, os garimpeiros ilegais respondiam pelos nomes de Beka Mariatabo e Ntchiquitchi Ligaga e eram ambos naturais de Cabo Delgado”.

“O número crescente de incidentes, ataques e fatalidades envolvendo mineiros ilegais na concessão da MRM é uma grande preocupação para a empresa e para as comunidades locais, cujas aldeias se encontram sob pressão, devido ao afluxo de mineiros ilegais de cidades distantes, províncias vizinhas e outros países. As práticas inseguras por parte dos mineiros ilegais, que são normalmente supervisionados ou coagidos por sindicatos de contrabando ilegal de pedras preciosas, financiados por comerciantes estrangeiros que operam na região, continuam a resultar na perda desnecessária de vidas humanas na região”, conclui o comunicado, cujo conteúdo estivemos a citar. (Redação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here