STAE quer “tentar” corrigir erros do passado nas próximas eleições em Nampula

0
284

Nampula (IKWELI) – O Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE), instituição responsável na gestão técnica e administrativa dos pleitos eleitorais em Moçambique, reconhece algumas dificuldades do passado, a nível do maior círculo eleitoral do país, Nampula, e assegura que poderá melhorar a sua prestação técnica nas próximas eleições autárquicas previstas para 2023 e presidenciais e gerais de 2024 à escala nacional.

Em quase todos os pleitos eleitorais, desde a história do multipartidarismo, lembre-se, são frequentes avarias dos mobiles, erros nos cadernos eleitorais, reclamações de subsídio ao pessoal envolvido nos processos entre outros problemas que tem gerado revolta no seio dos cidadãos, organizações da sociedade civil e partidos políticos.

O chefe do departamento de Organização e Operações Eleitorais no STAE, a nível da província de Nampula, Rachide Cheia, falando a jornalistas, disse que a sua instituição está ciente dos problemas, mas assegurou, sem precisar entrar em detalhes, que nas próximas eleições passarão para história, uma vez que haverá preparações antecipadas para o efeito.

“Partindo das situações que os jornalistas notaram no processo passado, os problemas serão acautelados. Portanto, logo que estiverem marcadas as eleições as condições serão criadas [para o sucesso do processo eleitoral]”, garantiu o responsável.

Para o chefe do departamento de Organização e Operações Eleitorais, os únicos constrangimentos que poderão influenciar no processo preparativo das eleições serão as calamidades naturais, “que são inevitáveis, mas aquilo que diz respeito à preparação técnica do STAE acho que tudo será acautelado”.

Recorde-se que o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) celebrou no ano passado, a 21 de Abril, o 25º aniversário desde a sua criação, à luz do decreto 11/95 de 21 de Abril, mas as festividades ficaram adiadas, devido a pandemia da covid-19.

Entretanto, neste ano, para fazer face as celebrações do 26º aniversário, a instituição está a desencadear uma série de actividades com destaque para palestras internas e externas, e exposições que retratam os processos eleitorais em Moçambique.

Os 25 anos do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral celebram-se sob o lema “STAE 25 anos promovendo a cidadania e democracia”.

De acordo com Rachide Cheia, “ao longo dos 25 anos, o STAE passou por várias transformações estruturais e legais para melhor responder aos desafios impostos para o cumprimento da sua missão de organizar, executar e assegurar as actividades técnicas e administrativas dos recenseamentos e processos eleitorais”, explicou.

Aquele responsável reiterou que “para os próximos anos, espera-se os desafios inerentes às tecnologias de informação e comunicação, sobretudo na garantia da manutenção da integridade nos processos eleitorais”, concluiu. (Sitoi Lutxeque)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here