Membros da Assembleia Autárquica de Nampula ignoram medidas de prevenção da covid-19

0
173

Nampula (KWELI) – Decorre desde a manhã de ontem, terça-feira (13), a Iª Sessão Ordinária da Assembleia Autárquica de Nampula, e a primeira maior desobediência registada é a não observância das medidas de prevenção da covid-19, destacadamente o distanciamento físico de, pelo menos, dois metros.

Em decreto do Conselho de Ministros, seguindo as recomendações da comissão técnica e científica criada para fazer face a propagação da pandemia, dentre várias medidas o governo moçambicano legislou a proibição de apertos de mão, abraços, troca de beijinhos e a priorização do distanciamento físico.

Todavia, no espaço paços do munícipe, membros da bancada do partido Frelimo, em poder no país, desrespeitavam por completo o decreto em referência que agora vigora sob situação de calamidade pública. Os mesmos, ainda sem observar o distanciamento físico recomendado, não trajavam devidamente a máscara e trocavam recipientes contendo amendoim torrado, o qual se degustavam.

Membros da Bancada da Fremilo na Assembleia Autárquica da cidade de Nampula

Paradoxalmente, o autarca do maior e mais importante centro urbano do norte de Moçambique, Paulo Vahanle, recordou, no seu discurso de abertura da referida sessão, “a todos os munícipes da cidade de Nampula, e aos moçambicanos em geral, no sentido de continuarem a cumprir com as recomendações, incluindo o recolher obrigatório em vigor na nossa a cidade, de forma a garantir a prevenção e combate da covid-19 que continua a assolar o mundo, o país e nossa cidade em particular”.

A Iª Sessão Ordinária da Assembleia Autárquica tem a duração de dois dias, mas o primeiro iniciou com ligeiro atraso, pois, até ao meio dia decorria o segundo ponto que era a eleição do novo secretario da Mesa da Assembleia, um escrutínio bastante contestado pelas bancadas da FRELIMO e do MDM, alegadamente, por não terem sido comunicados com antecedência, facto que fez com que o partido liderado por Filipe Nyusi boicotasse o processo. (Sitoi Lutxeque *Foto: Hermínio Raja)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here