Novo ciclo da situação da calamidade pública: PRM promete “chamboquear” desobedientes em Nampula

0
387
A PRM nao quer brincadeiras na quadra festiva em Nampula

Nampula (IKWELI) – A meia do dia 7 de Abril corrente entra em vigor, em todo o território nacional, um novo ciclo da situação da calamidade pública, no âmbito dos esforços empreendidos pelo governo no processo da contenção da pandemia da covid-19.

Se no ciclo anterior o recolher obrigatório era somente na região do Grande Maputo, no novo, este procedimento alastra-se para todas as capitais provinciais, e em Nampula, a Polícia da República de Moçambique (PRM) pondera o uso da força para impor o cumprimento desta medida. O horário foi alargado, passando para das 22h as 4h.

“A polícia está preparada para cumprir e fazer cumprir todos os dispositivos legais estabelecidos pelo mais alto magistrado da nação, portanto, a polícia vai fazer com que todos os cidadãos cumpram de forma exemplar o novo decreto”, garantiu a imprensa Zacarias Nacute, porta-voz da PRM, no principal da tarde desta terça-feira (6).

Para esta fonte policial, os “confusos” devem ser disciplinados pela corporação, mesmo que para o efeito o uso da força seja o expoente máximo.

“O uso da força é e será usado assim que obrigar. Se o cidadão cumprir a ordem emanada pelo agente que estará de serviço, não haverá nenhuma necessidade de uso da força, mas aqueles que tentarem agredir o agente da polícia, assim como contrariar as ordens, aí haverá a necessidade tomar outras medidas”, disse o porta-voz.

O nosso entrevistado fez saber que, antes de agir, a sua corporação vai pautar pela sensibilização ao cidadão, de modo a não se fazer a via publica, fora do período estabelecido pelo decreto do Conselho de Ministros, que entra em vigor a partir desta quarta-feira (07).

Contudo, a fonte apelou aos cidadãos a cumprirem escrupulosamente o decreto presidencial, ciente de que estarão a contribuir para a redução de novos casos da covid-19. (Sitoi Lutxeque)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui